Paul Rodgers relembra de sua “insana” experiência com a banda


O vocalista Paul Rodgers falou sobre sua passagem pelo Queen em entrevista a Eddie Trunk, transcrita pelo Blabbermouth. O cantor do Bad Company e ex-Free participou do projeto Queen + Paul Rodgers, que existiu entre 2004 e 2009.

Rodgers destacou que seu trabalho com o Queen foi de “trajetória insana”. “Veio do nada. Quando Brian (May, guitarrista do Queen) perguntou se eu toparia fazer alguns shows pela Europa, só por diversão, eu fiquei surpreso. Minha reação inicial foi: ‘não vejo isso rolando’. Porém, vi aquilo como desafio e tentei não me acovardar”, afirmou.

Com um início tão inusitado, Paul Rodgers não parecia esperar que o projeto durasse por alguns anos – e ainda rendesse um álbum de estúdio, “The Cosmos Rocks” (2008). “Nós fizemos turnês mundiais por duas vezes e lançamos um álbum de músicas autorais. Então, foi uma trajetória insana. Ainda somos amigos, amo aqueles caras”, disse.

O fim da parceria ocorreu amigavelmente, em 2009, após Paul Rodgers retornar ao Bad Company. “Quando uni forças com o Queen, eles não estavam fazendo turnês. Eram só alguns shows isolados – shows enormes, mas não eram turnês. Comigo, a banda saiu em turnê. Queriam tocar 50% de músicas deles e 50% das minhas, mas eu falei: ‘as pessoas não veem o Queen há muito tempo, deveríamos ter mais músicas do Queen’. Então, tocávamos apenas quatro ou cinco músicas minhas. Foi ótimo”, afirmou.

Em entrevistas anteriores, Paul Rodgers sempre se lembra com carinho de sua passagem pelo Queen. Ele costuma destacar que, diferente de outros cantores, não quis abaixar os tons das músicas para interpretá-las. “O desafio era cantar aquele material da forma original, só que em minha própria versão”, disse.

 

Fonte: https://whiplash.net

 

Alexandre Portela

Fã do Queen desde 1991. Amante, fascinado pela banda e seus integrantes. Principalmente Freddie! =)

Outras notícias

There are 1 comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.