Data de Nascimento:
5 de Setembro de 1946

Local de Nascimento:
Zanzibar, África

Signo:
Virgem

Educação:
Ealing College Of Art

Graduação:
Diploma de Arte e Design

Músico Favorito:
John Lennon

Banda Favorita:
The Jacksons

Filme Favorito:
“Quanto Mais Quente Melhor”

Ator Favorito:
Timothy Dalton

Atrizes Favoritas:
Marilyn Monroe e Liza Minnelli

Bebida Favorita:
Champanhe ou Iced Vodca

Comida Favorita:
Comida Indian

Cor Favorita:
Amarelo

Grupos Anteriores ao Queen:
The Hectics, Sour Milk Sea, Wreckage, Larry Lurex, IBEX

Música Favorita do Queen:
Somebody To Love

Marca Favorita de cigarro:
Silk Cut Suave (embalagem amarela)

Cantora Favorita:
Aretha Franklin

Cuecas preferidas:
Sempre usava Calvin Klein

Meias preferidas:
Sempre comprava meias na Marks and Spencer

Shampoo Favorito:
Johnson and Johnson baby


Freddie Mercury nasceu como Farokh Bommi Bulsara, no dia 5 de setembro de 1946, em Zanzibar (atualmente parte da Tanzânia).

 


Seus pais, Bomi e Jer Bulsara, eram persas.

No colégio os colegas começaram a chamá-lo de Freddie, nome que a família acabou adotando.

Escola em que Freddie passou sua infância

A música a que ele tinha acesso era principalmente indiana, mas também escutava algumas obras de origem ocidental. Ele ficava cantando sozinho e preferia a música às tarefas escolares. Freddie começou a aprender a tocar piano. Tornou-se também membro do coral e participava regularmente nas produções teatrais da escola. Ele adorava as aulas de piano e se empenhou nelas com determinação.

Primeira banda do Freddie – The Hectics

Em 1964, muitos dos britânicos e indianos, devido a distúrbios políticos, deixaram Zanzibar, embora não tenham sido pressionados. Entre os que saíram, estavam os Bulsara, que foram para Inglaterra. Freddie tinha 17 anos e decidiu que queria ir para uma faculdade de Arte.

Seu histórico e suas habilidades naturais garantiram que ele fosse aceito pela Faculdade Ealing de Arte e em setembro de 1966, Freddie começou um curso de Ilustração gráfica.


Alguns dos desenhos feitos por Freddie na época de faculdade:


Alguns dos desenhos feitos por Freddie

Um de seus colegas de classe, era o baixista Tim Staffell, de quem Freddie se tornou grande amigo. Assim que sua amizade com Tim aumentou, Tim levou Freddie para participar dos ensaios de sua banda chamada Smile.

Banda Smile

Apesar de Freddie gostar do som da banda, ele estava comprometido em seus próprios projetos e participou ora como vocalista, ora como guitarrista de outras bandas. Isso até abril de 1970, quando a banda Smile é reformulada e Freddie acaba ficando de vocalista. Freddie decide mudar o nome da banda para Queen, e também, resolve mudar seu nome para Mercury.

Freddie Mercury na década de 70

Mercury (mercúrio) foi escolhido, reza a lenda, por dois motivos: um por ser o deus dos mensageiros e outro por ser o planeta do seu signo acedente. Também em 1970, Freddie conheceu Mary Austin, eles viveram juntos por 7 anos e se mantiveram bons amigo até o final de sua vida (inclusive a casa de Freddie em Londres é dela hoje).

Freddie Mercury e Mary Austin

Além do sucesso espetacular com o Queen, Freddie teve trabalhos solos de grande sucesso, tais como: Barcelona, Álbum e Mr. Bad Guy.

 


Dia 24 de novembro de 1991, freddie morreu em sua casa em Londres, de pneumonia e decorrencia da Aids, um dia após ter declarado publicamente que estava com a doença.

Em uma declaração um pouco antes de morrer, Freddie dá a melhor definição de si mesmo: “Você é a ultima pessoa com quem falo…. provalvemente vai ter a melhor entrevista, meu caro. Não quero mudar o mundo. O que mais me importa é a felicidade. quando estou feliz, meu trabalho reflete. No final, os erros e as desculpas são minhas. Gosto de sentir que estou sendo honesto. No que me compete, quero aproveitar a vida, a alegria, a diversão, o Maximo que puder, nos anos que ainda me restam. Pronto, já gravou? Agora, use. Foi o mais perto que cheguei a me emocionar em uma entrevista. “

Última foto de Freddie em sua casa



Freddie Foi cremado e não há túmulo que os fãs possam visitar.

Em 25 de Novembro de 1996 foi inaugurada uma estátua em sua homenagem em Montreux, na Suíça.

 

Inauguração da estátua de Freddie em Montreux

There are 21 comments

  1. Até então não conhecia esse cara, não! Vi um cara a mais no Show Wembley 1986, do Queen, e fiquei cabreiro com aquela figura, até que… Pesquisando, eis que o cara é fera mesmo! Vlw.

  2. alesandra oliveira |

    Vi muitas fotografias dele e ele foi sim um homem muto bonito sobretudo depois dos 30 anos, sua voz era poderosa e agradavel e possuía um carisma que o tornava único. Eu fui no Rock in Rio vê-lo e ninguem saiu de um show dele do mesmo jeito que entrou porque suas músicas nos diziam sobre a realidade que o Brasil estava atravessando naquela época: o final da ditadura militar. O momento mais emocionante do show foi sem dúvida quando ele cantou a canção ESTE É O MUNDO QUE CRIAMOS? que é um protesto contra a fomeno mundo em todas as suas formas e isso tinha muito a ver com a realidade brasileira naquele momento.

    1. edson baroni dal pra |

      tenho disco de vinil QUEEN THE WORKS, para vender em otimas condiçoes, alguem se interressa, deixe comentario que estarei visitando a pagina diariamente. Obrigado.

  3. Naquele ano de 1985 tinha somente 8 anos, e nem imaginava que existia o Queen e Freddy…Quando voltaram depois de 30 anos para se apresentar no Rock n Rio com o novo vocalista Adam Lambert, assisti pela televisão, mas só comecei a me interessar mais mesmo, quando uma colega começou a falar de Freddy, isto me deixou muito curiosa e ai comecei a pesquisar sobre a vida dele, o que ele havia feito tanto na vida profissional quanto na pessoal, fiquei apaixonada por ele, desde então curto o Queen. Até um tempinho atrás acabei sonhando com o Bryan rs…

  4. O QUEEN, ERA O fREDDIE..SEM A CRIAÇÃO DE NOVAS MÚSICAS, A BANDA ACABOU..E SÓ O QUE SE VÊ, É UMA EX PECULAÇÃO EM REDOR DO NOME DE FREDDIE MERCURY, MAIS NÃO GRAVARAM MAIS NADA, PORQUE O QUEEM MORREU COM O MERCURY…E PONTO….ESSA É UMA RELAIDADE QUE TODOS OS ABUTRES NÃO RECONHECEM….PORQUE QUEEM, É FREDDIE E ELE MORREU…PRONTO…ACABOU O QUEEN….AMAMOS O FREDDIE..MAIS QUEEN MESMO, NÃO EXISTE MAIS…E PONTO….BATO O MARTELO…..REALIDADE DURA E VERDADEIRA…UMA BANDA, SÓ É BANDA QUANDO CRIA MUSICA….E FREDDIE ERA A BANDA….ELE CRIAVA AS MÚSICAS, PORTANTO, ELE ERA O QUEEN;…NÃO ADIANTA SE ENGANAR….COM A SUA MORTE, O QUEEN ACABOU…REPARE, QUE SÓ TOCAM AS MÚSICAS DO FREDDIE, QUASE NADA SE CRIOU…PORQUE O DOM ERA DE FREDDIE…ATÉ QUME PASSA CORRENDO SABE DISSO…SEM FREDDIE!…NÃO EXISTE QUEEN

    1. DESAPEGA, o freddie podia ser o cabeça do grupo, mas não é A BANDA.
      Se colocarem o Marc Martel o queen volta aos velhos tempos.

  5. Seria interessante se adicionarmos uma agenda das "aparições" do Queen na TV… Segue para essas duas semanas:

    BIS
    Queen – Rock Montreal
    5ª feira (27/04) às 21h

    TCM
    Queen – Live At Milton Keynes
    Domingo (30/04) às 14H

    BIS
    Queen – Rock Montreal
    4ª feira (03/05) às 04H55

    BIS
    Queen – Rock Montreal
    4ª feira (03/05) às 13H55

    BIS
    Queen – Rock Montreal
    5ª feira (04/05) às 09:55

    TCM
    Queen – Live At Milton Keynes
    Domingo (07/05) às 14H

Comments are closed.