10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 31/10/2012 22:23:44
Postado em: Queen Outros

Faz trinta e sete que o single “Bohemian Rhapsody”, um ópera rock magistral de seis minutos sobre um rapaz que matou alguém, vendeu sua alma para Belzebu e quer saber se Scaramouche pode fazer o Fandango. É um mito? Uma metáfora para um relacionamento falho de Freddie Mercury? Bem, o seu palpite é bom. Foi um trabalho gigantesco para uma banda prestes a se tornar uma das maiores do mundo – e estes são os fatos. Abaixo 20 coisas que você não sabe sobre essa canção:

1.
“Bohemian Rhapsody” ficou nove semanas consecutivas 1º lugar no Reino Unido. É a terceira canção que mais ficou em primeiro lugar no Reino Unido em todos os tempos, atrás de “Cara Mia” de David Whitfield (10 semanas, 1954) e  “Rose Marie” de Slim Whitman (11 semanas, 1955).

2.
O produtor de “Bohemian Rhapsody”, Roy Thomas Baker foi um dos “infelizes” que tentaram produzir ‘Chinese Democracy’ do GUNS N’ ROSES. Foi chutado por ter dado a ideia de o álbum ser guiado apenas pela guitarra. Na visão de AXL ROSE era errado.

3.
Scaramouche é um palhaço (personagem da commedia dell’arte) que sempre consegue se esquivar de situações difíceis que se encontra, geralmente à custa de álguem. “Scaramucia”, nome original, significa escaramuça.

4.
Foi introduzida a rádio pelo comediante Kenny Everett. Num primeiro momento, ele pensou que era estranhamente longa, mas teve uma mudança de ideia. Ele complementa: “Ela poderia ser de meia hora de duração, e seria a número um por séculos!”

5.
Freddie Mercury tocou no mesmo piano que PAUL MCCARTNEY utilizou para “Hey Jude”.

6.
EMI no Reino Unido e Elektra no Reino Unido tentaram cortar pedaços da canção. Como Roger Taylor diz:

“Disseram que ela era demasiado longa e não iria funcionar. Podemos pensar, “Bem que poderíamos cortar ela, mas ela não faria qualquer sentido”, não faz muito sentido agora e teria ainda menos sentido então; você iria perder todos os humores diferentes da canção. Por isso, dissemos que não.”

7.
A canção foi o bebê do Freddie Mercury. Brian May em 2002 comentou: “Ele sabia exatamente o que estava fazendo… nós só ajudamos ele dar vida a ela.”

8.
A ópera levou mais de 70 horas para terminar

9.
Freddie escreveu toda a canção – incluindo as composições de harmonias – sobre livros e pedaços de papel de telefone, tornando-se um pouco complicado para os outros membros obter algo sobre a canção.

10.
Após a primeira execução decisiva na rádio, a EMI percebeu que tinha um hit – porém incomum – em suas mãos. Foi o momento em que eles concordaram em liberar o single completo.

Adaptado de: NME

 

Fonte: http://rockizinho.blogspot.com.br
Dica de: Roberto Mercury




3 comentários:

  1. Sobre o item 3- Gostaria de acrecentar que Fandango é o conhecido Fado, a origem da palavra vem do latim "fatum" = destino. A tradução da frase é "Scaramouche, Scaramouche, você vai dançar o Fandango?" porém o significado seria "Scaramouche, Scaramouche, você vai cumprir seu destino?"
    Tenho um pôster com esta frase, onde nela exites uma mão com uma linha, representando a linha do destino, pois o destino está em nossas mãos.
    Abraços
    Itamar

  2. Itamar em 01/11/2012 às 8:53
  3. Era garoto e a primeira vez que escutei Bohemian Rhapsody foi no Live Killers. Era a época das fitas-cassetes (é, sou velho…) e passei o verão de 80/81 inteiro indo para a praia ouvindo o show. Desde o início ela me impressionou muito, muito mesmo. Quando ouvi a gravação em estúdio, lembro-me de que estava sozinho e com um fone excelente nos ouvidos. Admito: fiquei com lágrimas nos olhos, emocionado com a beleza e complexidade dessa obra-prima. A voz de Freddie poderosíssima e delicada na parte lenta e os vocais majestosos na ópera.

    Alguém uma vez disse que BR é um fenômeno cultural tão poderoso que, assim como aconteceu na ocasião do assassinato de Kennedy e no 11 de setembro, todos se lembram da primeira vez em que a escutaram. No meu caso, isso é verdade.

  4. One Vision em 01/11/2012 às 7:02
  5. Não me lembro o nome do fã brasileiro, que interpretou a letra como sendo um momento em que o Freddie estava assumindo sua homossexualidade. Esse fã me passou estrofe por estrofe e realmente fazia muito sentido, inclusive uma passagem que fala da sombra de um homem, que pra ele não fazia muito sentido, mas eu completei dizendo que essa sombra era dele mesmo, ou seja o seu lado masculino deixando de existir. Pepois dessa interpretação bombástica eu escutei várias vezes e logo de cara quando Freddie fala mãe eu matei um homem, metaforicamente ele estava anulando seu lado masculino e não sendo um réu confesso. Caso eu descubra quem fez essa interpretação, eu peço pra ele postar aqui sua releitura da maior música de todos os tempos. Max "Taylor" Botias

  6. Max Botias em 31/10/2012 às 22:56

Deixe um comentário: