Daniel Boaventura cantava Queen quando era adolescente

Enviada por: Administrador
Data: 30/05/2009 01:01:59
Postado em: Queen News

“Queria encontrar a minha voz.” Quando era adolescente, Boaventura costumava interpretar sucessos de bandas como Queen e Supertramp adaptando a voz ao tom orignal das canções.

Galã dos musicais, Daniel Boaventura lança disco de covers

Após atuar em musicais de sucesso como “Chicago”, “A Bela e a Fera” e “My Fair Lady”, o ator e cantor Daniel Boaventura lança seu primeiro disco, batizado de “Songs 4 You”.

Com uma nítida inclinação romântica, o álbum reúne versões de clássicos do cancioneiro norte-americano e tem como carro-chefe a faixa “I’m in the Mood for Love”, tema dos personagens Maya (Juliana Paes) e Raj (Rodrigo Lombardi) em “Caminho das Índias”, novela das 21h da Globo.

“Eu não o chamaria de um disco de standards. É uma mescla de estilos”, afirma Boaventura sobre o trabalho, que traz ainda releituras de bandas pop, como o grupo Maroon 5.

Sobre o tema de “Caminho das Índias”, o cantor explica que a canção foi uma escolha da autora da novela, Gloria Perez.

“Ela queria aquela música”, diz Boaventura, que havia finalizado o disco e estava às vésperas de uma reunião para decidir a capa do álbum quando surgiu a oportunidade de gravar “I’m in the Mood for Love”.

Daniel Boaventura lança seu primeiro disco, “Songs 4 You”, com releituras românticas e tema de novela

Embora seja uma das faixas mais executadas da trilha sonora da novela, o cantor acha que a maioria do público não sabe quem é o dono da voz que embala o romance dos personagens.

“Estava assistindo a novela com um amigo e perguntei se ele sabia quem cantava aquela música, e, curiosamente, ele disse que não. Então eu falei: ‘sou eu, cara’”, conta Boaventura.

Em uma semana, a música foi ensaiada, gravada, mixada e adicionada ao disco.

Nova fase

Para divulgar “Songs 4 You”, Boaventura está ensaiando ao lado de uma banda, e pretende excursionar pelo país a partir de julho. “Vai ser uma experiência diferente porque embora nos musicais você tenha liberdade artística, tudo é mais fixo, mais seguro, com marcação”, diz. “No show você dá a cara ao tapa”, completa.

A oportunidade de gravar um disco serviu para o cantor enxergar “pequenos detalhes” que não eram revelados nos musicais, e que, segundo Boaventura, ficam evidentes no “microscópio do estúdio”.

“Queria encontrar a minha voz.” Quando era adolescente, Boaventura costumava interpretar sucessos de bandas como Queen e Supertramp adaptando a voz ao tom orignal das canções.
Fonte: http://www.folha.uol.com.br/





Deixe um comentário: