Freddie Mercury no Museu do Maradona

Enviada por: Administrador
Data: 29/08/2007 00:55:25
Postado em: Queen News

O museu itinerante de Diego Armando Maradona tem percorrido o Planeta, da Coreia do Sul ao México e Itália. O Museu contém não apenas artigos ligados à carreira de Maradona, mas também de seus relacionamentos extrafutebol, como: Freddie Mercury (Queen), Fidel Castro, entre outros –, e temas laterais, como a Guerra das Malvinas, a ditadura militar na Argentina e a sua relação com as gentes de Cuba, também têm lugar de destaque na exibição.

Matéria Completa

O museu itinerante de Diego Armando Maradona, ou M10, como é também apelidado, deverá visitar Lisboa no final do presente ano ou em inícios de 2008, estando prevista a sua manutenção em solo nacional durante, previsivelmente, 50 dias.

A informação foi confirmada a Record por Frederico Carlos, responsável da agência de organização de eventos que se encontra em negociações avançadas com os colaboradores do Pibe, estando as mesmas “praticamente fechadas” – aguardando-se apenas pela elaboração da lista final de colaboradores comerciais em Portugal.

A mostra, que tem percorrido o Planeta, da Coreia do Sul ao México e Itália, contém não apenas artigos ligados à carreira de Maradona – de entre os 600 objectos em exibição, incluem-se botas utilizadas pelo Pibe no Mundial’86 no México, camisolas, troféus, vídeos e entrevistas inéditas – mas também uma “visita” virtual ao percurso humano do astro, desde as modestas origens (uma réplica do primeiro quarto do Pelusa vai estar em exibição) até aos píncaros do sucesso. Os relacionamentos extrafutebol – com Freddie Mercury (Queen), Fidel Castro, entre outros –, e temas laterais, como a Guerra das Malvinas, a ditadura militar na Argentina e a sua relação com as gentes de Cuba, também têm lugar de destaque na exibição.

A forte componente multimédia é outro dos apelos da exposição, a qual poderá ainda ser acompanhada de eventos paralelos, esperando os organizadores pelo envolvimento das muitas “escolinhas” de futebol de Portugal, assim servindo para promover a modalidade em particular e o desporto em geral, junto dos mais jovens.

A chegada do Museu Maradona a Portugal está calendarizada para finais do ano, podendo ocorrer de meados de Novembro até Janeiro ou, em alternativa, a partir do início de 2008.

Os preços dos ingressos rondarão os 8/10 euros, estando incluídas no preço as hipotéticas iniciativas paralelas à mostra. A mesma deverá realizar-se em um de dois recintos: ou no Estádio da Luz ou no Museu da Electricidade.
Fonte: http://www.record.pt





Deixe um comentário: