Queen+PR reuters resenha

Enviada por:
Data: 29/03/2005 11:45:57
Postado em: Queen News

por Mike Collett-White
LONDRES, 29 de março (Reuters) – A banda de rock britânica, Queen deu o chute inicial em sua primeira excursão desde a morte de Freddie Mercury em 1991, esperando que a força das canções compense a ausência do frontman carismático.
Dois dos membros originais da banda sustentou o palco na segunda-feira acompanhada por Paul Rodgers, o homem que teve a tarefa não invejável de substituir Freddie.
A multidão de 4,700 não parecia notar como Brian May na guitarra e o baterista Roger Taylor os conduziu por clássicos hinos como “I Want to Break Free” e “Fat Bottomed Girls” antes de arrepiar com uma rendição despertadora de “We Are the Champions”.
O baixista John Deacon decidiu não se juntar à banda na turne que começa com datas ao redor da Europa antes de se estender ao resto do mundo.
Os remanescentes membros do Queen têm tocado em concertos desde que Mercury morreu de AIDS, incluindo recentemente a África do Sul este mês, mas esta é a primeira turne desde que o roqueiro extravagante se apresentou na frente de mais de 100,000 fãs no Knebworth, Inglaterra, em 1986.
Cautelosos pela duradoura popularidade de Mercury, a turne foi chamada ” Queen + Paul Rodgers “, e May tem estado aflito em mostrar que Rodgers, vocalista do Clássico Free 1970 “All Right Now”, não estaria imitando ninguém.
” Eu sempre estive contra a idéia de pôr alguém lá tentando representar Freddie de qualquer forma, ” May disse.
” Então de repente eu estou olhando para este sujeito que de nenhum modo tenta tirar o lugar de Freddie “.
O tradicional fã Phil Stanyer, enquanto esperando pela cortina abrir na Brixton Academy, disse: ” Seria melhor se Freddie estivesse aqui, mas é a música que nos mantém seguindo. ”
” Como eles dizem – the show must go on.”
As salas de bate-papo na Internet encheram de seguidores que defendem a decisão da banda pela turne, embora hajam alguns protestantes.

QUEEN SE MANTÉM VIVO

Queen, com hits como “Bohemian Rhapsody” e “The Show Must Go On”, é uma das bandas de mais sucesso da Inglaterra, vendendo mais de 150 milhões de registros mundiais desde os idos 1970s.
Apesar da morte de Mercury, seu sucesso continuou com compilações e prêmios e o popular tributo musical “We Will Rock You” que tem se apresentado para o público londrino por mais de dois anos.
A pré-estréia de Brixton será seguida por mais de 32 datas na Inglaterra e Europa, e a administração da banda disse que a turne seria levada mundialmente depois.

Rodgers recordou como a idéia da turne veio.
” Nós fizemos um par de canções juntos – ‘We Will Rock You’ e ‘We Are the Champions’ … há pouco sentiu tão surpreendente que quando nós todos descemos do palco, só olhamos um ao outro e dissemos: ‘ Bem, levemos para a estrada, ‘ – ele disse antes do concerto de Brixton.

Queen não será a primeira banda a tentar a ressurreição depois da morte de seu membro mais famoso.
The Doors tentou isto depois que Jim Morrison morreu de parada cardíaca em 1971 e grupo australiano INXS disse que buscará uma substituição para Michael Hutchence, achado morto em um quarto de hotel em 1997, através de uma reality série de tv.
Fonte: [URL=http://queenzone.com]queenzone[/URL]





Deixe um comentário: