Queen – Os cinco hits mais interessantes da banda, pela Play TV

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 28/06/2013 12:55:43
Postado em: QN Tube, Top Chart

Penso em escrever sobre o Queen há muito tempo aqui na coluna, mas reservava o tema para algum momento pertinente e especial para isso. E bem, em tempos de Marco Feliciano querendo deixar os LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e trangêneros) pra baixo com suas leis preconceituosas, nada melhor do que quer dar muitos motivos para que eles sintam orgulho e continuem a lutar pelos seus direitos. Como sou uma grande defensora do amor e da liberdade, aproveito o texto pra tentar mostrar que o preconceito é algo estúpido e que já não deveria existir em pelo século XXI. Todos somos iguais, não importa a cor, classe, opção sexual ou crença.

O Queen, além de ser uma das melhores bandas que já existiu – e isso nem é questão de gosto pessoal – e um símbolo dos anos 70 e 80, o seu vocalista Freddie Mercury, que morreu por causa do vírus HIV em 1991, era (e é) um dos maiores símbolo da luta contra o preconceito. Sua importancia para a música e pelas lutas sociais ultrapassam décadas, ele tem até uma estátua em sua homenagem na Suíça.
 
A banda foi formada em Londres, no começo dos anos 70 por Freddie, Brian May, John Deacon e Roger Taylor e lançaram quinze discos de estúdio com essa formação. Depois da morte de Freddie, vieram alguns discos ao vivo com participações especiais, mas a banda sempre ficará eternizada pela voz forte e marcante de Freddie. É considerada uma das mais importantes bandas de rock do mundo, vendeu mais de trezentos milhões de discos durante sua carreira e é referência e influência pra muita gente. Colocaram várias músicas no topo das paradas e muitas são hits até hoje, mas aqui, escolhi as cinco acho mais interessante.
 
I Want To Break Free

 Essa música de 1984 é um grito de liberdade. Além disso, o vídeo mostra os integrantes da banda vestidos de mulher, parodiando a novela britânica “Coronation Street”, o que causou na época censura em diversos países.
 
Don’t Stop Me Now

A música começa com voz e piano e vai acelerando até chegar num ponto onde você tem vontade de sair correndo e cantar freneticamente. E tudo isso com Freddie cantando sobre aproveitar a vida intensamente e aproveitar cada minuto é de repensar nossas prioridades na vida.
 
Radio Ga Ga

Radio Ga Ga fala sobre o rádio, sua importância para a comunicação e da chegada da TV, faz referências ao livro “A Guerra dos Mundos” e o vídeo tem cenas de um dos filmes mais importantes do expressionismo alemão, “Metrópolis”, mas se você acha que isso é papo chato de gente cult, uma informação relevante: foi essa música que inspirou o nome artístico Lady Gaga.
 
Under Pressure

 É muito difícil explicar o que sinto quando escuto essa música. É simplesmente a união de dois dos grandes ídolos, dois artistas maravilhosos e completos, se completando ainda mais. Misturar Queen com David Bowie é como tomar sorvete de banana com nutella (e se você nunca tomou isso na vida, não entendo porque existe).
 
Bohemian Rhapsody

 Talvez a música mais conhecida e importante da banda. Ela é dividida em seis partes: introducão, balada, solo de guitarra, ópera, hard rock e conclusão. Essas mudanças repentinas do andamento da música não eram comuns na época, mas foi repetida por diversas bandas nos anos seguintes até os dias de hoje. Freddie Mercury, Roger Taylor e Brian May cantam respectivamente em tom médio, agudo e grave, e fizeram dessa, uma verdadeira obra de arte.

 
 
Fonte: www.playtv.com.br
Dica de: Roberto Mercury





Deixe um comentário: