GAROTA DE FREDDIE ESCREVE ENREDO

Enviada por:
Data: 26/01/2005 15:09:42
Postado em: Queen News

A MENINA DE FREDDIE REVELA OS SEGREDOS DO AMOR DELES

O primeiro amor de FREDDIE está escrevendo um enredo em memória dos dois anos de paixão heterossexual antes dele se tornar o fabulsoso e extravagante forntman do Queen. Rosemary Pearson conheceu a futura super-estrela, de nome Faroukh, mas que era então conhecido como Frederick Bulsara, quando eles eram estudantes de arte no West London college nos idos Anos Sessenta.

Agora, quase 35 anos depois, ela está pronta para falar de uma época pouco conhecida na vida do cantor que morreu de uma doença relacionada a Aids em 1991.

” Lendo a biografia de Freddie reacendi meu interesse em um período de minha vida que eu deixei de lado durante anos, ” diz a professora de arte aposentada, agora conhecida como Rose Rose.

” Eu vi um buraco aberto na história dele sobre a que ninguém além de mim poderia escrever” . Rose confessou estar “perdidamente apaixonada por Mercury, desde que ele tinha 20 anos, e que ele era um ” amante ” maravilhoso.

Ela recorda: ” Eu não achava que ele era gay. Ele estava flertando com a idéia. Ele quis adotar um personalidade gay porque ele achava que era mais atraente, mais excitante. Ele sem dúvidas adorava as mulheres “.

Ela diz que foi forçada a terminar a relação quando Freddie foi se apaixonando por seu amigo, Derek Jarman, diretor de filme gay.


“Eu amava Freddie mas nossa situação ficava insuportável. Ele era obcecado com a idéia de dormir com um homem e era apaixonado por Derek, alguém que ele nunca até mesmo encontrou.


Mas o real desapontamento de Rose veio depois quando ela descobriu que Freddie tinha se apaixonado por outra mulher, Mary Austin que permaneceu sua melhor amiga até a morte dele e a quem ele deu milhões de libras de sua fortuna. Porém, seus anos seguintes foram dedicados em grande parte a relações gays.

Rose diz: ” Durante anos eu achei difícil pensar nele – desistir de alguém você amava não é uma coisa fácil de fazer – mas este projeto me deu a chance para reviver algumas recordações intensamente dolorosas com um certo grau de objetividade “.

O manuscrito inacabado leva a forma de oito conversações lembradas com Freddie, sobre sua “música, vida e aspirações “.

Mas questões que abragem a sexualidade de Mercury é provável que permaneça ponto central ao enredo.

Fonte: [URL=http://brianmay.com]brianmay.com[/URL]




Um comentário:

  1. Porra!!!!!!!!!!!!!!!!! q sinistro

  2. brucedickinson em 28/01/2005 às 11:11

Deixe um comentário: