Brian May: “não descarto a possibilidade que Deus exista”

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 24/10/2017 20:43:01
Postado em: Queen News

Embora seja um homem da ciência, ao contrário de muitos deles, Brian May disse ao Josesy’s Jukebox que não é exatamente um ateu fanático. “Não descarto a possibilidade da existência de Deus. Há cientistas que dirão ‘eu posso refutar a existência de Deus’. Mas não acredito nisto. Acho que a ciência não tem que dizer nada que esteja fora da ciência. Ela é muito boa para estabelecer padrões e limites, mas quanto a dizer o motivo pelo qual as coisas acontecem a ciência não tem que dizer nada. Se houve um Big Bang, e a gente surgiu desta singularidade, como ela aconteceu? Ninguém sabe.”

Depois ele continua: “Temos a ideia que hoje em dia entendemos o que é o universo. Achamos que é esta coisa que está se expandindo, que começou num ponto e está cada vez ficando maior. Mas não temos noção do quão grande está, não temos como medir o tamanho real do universo, sabemos apenas o que pode ser observado. O que está fora disto, ninguém faz a mínima ideia, e parece pra mim que será assim para sempre”.

“Se atingirmos o limite do nosso universo observável não há evidência sugerindo que o que veremos será diferente do que vemos aqui”, prossegue. “Talvez seja assim até o infinito. Mas se for infinito, mesmo sem a ideia dos universos diferentes, talvez em nosso próprio universo exista um infinito número de possibilidades, então deve haver vida por aí”.

Ele se refere a um ponto anterior na conversa onde ele havia dito que acha que há uma possibilidade que não exista vida fora da Terra, já que as condições propícias para que ela se desenvolva são muito específicas e sendo assim é muitíssimo raro que elas estejam todas reunidas como acontece aqui em nosso planeta, mas neste ponto ele desenvolve a ideia de que o universo sendo infinito, existirão infinitas probabilidades que isto possa acontecer.

Depois o entrevistador perguntou como ele entende a morte, e Brian disse: “Não tenho nenhuma indicação do que acontece. Acho que o que enxergamos na nossa existência é apenas um ponto de vista limitado do universo, deve haver muito mais coisas. E pode haver lugares lá fora que também farão parte da existência, talvez seja possível, eu espero que sim, pois seria muito bom pensar que não há um fim para tudo”.

 

Fonte: https://whiplash.net





Deixe um comentário: