Dia do Amigo: casos emocionantes de animais famosos e seus amigos humanos

Enviada por: Bruno Cavalcante de Oliveira
Data: 23/07/2012 19:19:26
Postado em: Queen Outros

Apaixonado por gatos, Freddie Mercury fez uma música para sua preferida, Delilah (na foto com ele)
Você sabia que hoje, dia 20/07, é comemorado o Dia Internacional do Amigo?
E quem disse que a amizade precisa se restringir às relações humanas? Pessoas que convivem com animais de estimação sabem bem como cães, gatos, pássaros e outros pets demonstram o verdadeiro sentimento de carinho,   fidelidade e companheirismo. Portanto, nada mais justo do que celebrar a data   demonstrando todo o seu afeto ao seu bichinho de estimação.
Eles nos amam pelo que somos e demonstram isso todos os dias. Não é à toa que conservam há milênios o posto de “melhor amigo do homem”. Para homenagear àqueles que sempre manifestam uma alegria incontida aos nos receber todos os dias, selecionamos casos de fidelidade animal que entraram para a história.
Cão passa 8 horas em frente ao trabalho do tutor
Todos os dias, há quatro anos, a rotina do cãozinho Wang Cai é sempre a mesma: ele passa 8 horas de seu dia em frente à escadaria do banco Minsheng, na China, onde seu tutor trabalha, e não sai dali por nada.

Sempre ao seu lado: amizade rendeu estatua e filme
A história de lealdade entre um cão e seu tutor, do cãozinho Wang Cai,  que se repete na China, lembra a do cão Hachiko, do emocionante filme “Sempre ao seu lado“, estrelado por Richard Gere. Todas as manhãs Hachiko acompanhava seu dono no percurso de casa à estação de trem, voltando no final da tarde para acompanhá-lo na volta para a casa.
Família adota cão que lutou ao lado de soldado morto
Melhor amigo do soldado britânico Conrad Lewis em plena guerra do Afeganistão, o vira-lata Peg viveu uma aventura até conseguir ser adotado pela família após a morte do militar.  O resgate se transformou em um plano ambicioso. Dentro de um saco, Peg viajou no helicóptero militar até chegar a Cabul, capital do Afeganistão.  Após inúmeras autorizações negadas, Peg embarcou para Grã-Bretanha, onde ficou em quarentena, até conseguir ser entregue à família do soldado.
Gato de rua “escreve livro” em Londres
Desde que entrou para a vida do músico sem-teto James Bowen, o gato vira-lata Bob se transformou em seu companheiro inseparável, nas ruas de Londres. Repleta de reviravoltas, a vida de Bob foi transformada no livro A Street Cat Called Bob (em tradução livre, “Um gato de rua chamado Bob”). A dupla conquistou uma legião de fãs com suas apresentações musicais na entrada da estação Angel do metrô londrino, nos trens e nos ônibus da capital britânica. Bob até  ganhou um cartão especial, do governo local, que dá direito a viajar de graça pelo metrô e pelos ônibus de Londres. Segundo a imprensa britânica, a obra tem de tudo para se transformar em filme de sucesso.
Cachorro faz vigília no túmulo do dono
Um cachorro causou comoção na China. Após a morte de seu tutor, Lao Pan, de 68 anos, ele permaneceu por mais de um mês ao lado do túmulo, no cemitério do vilarejo de Panjiatun. Os vizinhos sentiram falta do animal após a morte de seu tutor. Passaram-se sete dias até os moradores localizarem o cachorro, que ficou sem comida durante todo o período.


Compramos um zoológico : caso real vira filme

Baseado em uma história real, o filme narra a trajetória de um homem que fez o impensável, e reativou um zoológico abandonado, onde foi morar com toda a sua família.

Curiosidades:  celebridades e seus gatos de estimação

Freddie Mercury era apaixonado por gatos, ele tinha 9:  Tom, Jerry, Oscar, Tiffany, Dalila, Golias, Miko, Romeo, e Lily. Durante as turnês ele ligava pra casa e pedia para “falar” com os gatos. Sua preferida era Delilah, que até ganhou uma música. Vale lembrar que seu primeiro álbum solo “Mr Bad Guy” foi dedicado aos seus gatos e às pessoas que amam os felinos.

Vivien Leigh era outra que era apaixonada por gatos, teve vários durante sua vida, quase todos siameses.

Os gatos entraram “na partilha” durante o divórcio de Dita Von Teese (na foto) e Marilyn Manson. Eles brigaram na justiça pela guarda dos gatos Lily e Aleister,  mas no fim cada um ficou com o seu – Lily era de Manson e Aleister de Dita. Ela tem mais dois gatos o Herman e o Edgar.


Dica: Roberto Mercury





Deixe um comentário: