Andreas Kisser cita Queen em entrevista ao blog do Brunocos

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 21/12/2011 22:06:27
Postado em: Queen Outros

Guitarrista do Sepultura. São-paulino. Um dos maiores nomes do heavy metal mundial. Respeitado por grandes lendas do rock n’ roll… Com vocês: Andreas Kisser!

Quais são as suas maiores influências musicais?

EU ESCUTO DE TUDO, MAS A MINHA RAIZ É O ROCK E HEAVY METAL. COMECEI ESCUTANDO O QUEEN E O KISS, DEPOIS COISAS MAIS PESADAS COMO O IRON MAIDEN, JUDAS PRIEST E SEMPRE O BOM E VELHO TRIO: BLACK SABBATH, LED ZEPPELIN E DEEP PURPLE. EU GOSTO MUITO DE MÚSICA CLÁSSICA, ESTUDO VIOLÃO CLÁSSICO HÁ MUITOS ANOS, GOSTO DE BLUES, SEMPRE FAÇO UMA JAM COM AMIGOS BLUESEIROS NO BRASIL QUANDO POSSÍVEL.

É verdade que na infância você ouvia discos sertanejos do seu pai? Isso te influenciou de algum modo?

SIM, MEU PAI TINHA UMA COLEÇÃO DE DISCOS, PRINCIPALMENTE DA DUPLA TONICO E TINOCO E DO SERGIO REIS. EU ESCUTEI MUITO ISSO NA INFÂNCIA E CLARO QUE EU CARREGO ALGUMAS INFLUÊNCIAS. EU GOSTO MUITO DA VIOLA CAIPIRA, TEM UMA MUSICA DO SEPULTURA, A KAIWOAS, QUE TEM UMA FORTE INFLUÊNCIA DA VIOLA E SUAS MELODIAS.

Qual foi o momento mais marcante da sua carreira até agora?

DIFÍCIL DIZER MAS ACREDITO QUE SEJA O AGORA, O MOMENTO QUE ESTAMOS VIVENDO. APESAR DAS MUDANÇAS, CONTINUAMOS FORTES E ATIVOS NO CENÁRIO METAL MUNDIAL E ISSO JÁ É UMA BELA CONQUISTA, 26 ANOS DE HISTÓRIA E AINDA AMANDO O QUE FAÇO, ME SINTO MUITO PRIVILEGIADO DE FAZER PARTE DE UMA BANDA COMO O SEPULTURA.

No Sepultura, como é a escolha do repertório de shows e discos?

GERALMENTE FOCAMOS NO TRABALHO NOVO E COMPLETAMOS COM OS TEMAS MAIS ANTIGOS, TEMOS MUITAS MUSICAS, MAS ISSO NUNCA FOI PROBLEMA, ALIÁS, É SOLUÇÃO. TEMOS MUSICAS MUITO DIFERENTES UMAS DAS OUTRAS E SEMPRE MONTAMOS UM SET QUE REPRESENTA A HISTÓRIA DA BANDA, INDEPENDENTE DAS FORMAÇÕES QUE JÁ PASSARAM PELA BANDA.

Você já tocou com diversos astros do rock mundial. Com quem você mais gostou de tocar?

PUTZ, MUITO DIFÍCIL, MAS A TOUR COM O ANTHRAX ESTE ANO FOI FANTÁSTICA. ALÉM DE FAZER PARTE DA BANDA POR DUAS SEMANAS, EU TIVE O PRIVILÉGIO DE TOCAR JUNTO COM METALLICA, SLAYER, MEGADETH E O PROPRIO ANTHRAX NAS JAMS NO FINAL DOS SHOWS DO BIG 4 NA EUROPA, UM DOS MOMENTOS MAIS INPORTANTES DA MINHA CARREIRA. NÃO POSSO DEIXAR DE MENCIONAR A JAM QUE FIZ COM RONNIE JAMES DIO EM SAO PAULO, TOQUEI MOB RULES DO BLACK SABBATH, UMA GRANDE HONRA. AQUI NO BRASIL TIVE O PRIVILÉGIO DE DIVIDIR O PALCO E ESTÚDIO COM BANDAS COMO OS PARALAMS DO SUCESSO, TITÃS, SKANK, NANDO REIS, IRA, ED MOTTA E TANTOS OUTROS GRANDES NOMES DA MUSICA BRASILEIRA.

Como surgiu o convite pro Rock in Rio, e a ideia de dividir o palco com o Tambours du Bronx?

NÓS TEMOS UMA HISTÓRIA COM O ROCK IN RIO, FOI NOSSO PRIMEIRO GRANDE FESTIVAL EM 1991, ABRIU AS PORTAS PARA O SEPULTURA NO BRASIL. DEPOIS FIZEMOS O DE 2001, E 2004 EM LISBOA, TODOS GRANDES SHOWS. NESTE ANO O ROCK IN RIO TROUXE O PALCO SUNSET QUE MISTUROU ARTISTAS NACIONAIS CONSAGRADOS COM ARTISTA EUROPEUS, FOI UM PALCO INOVADOR. FOMOS CONVIDADOS A FECHAR O DIA DO HEAVY METAL E TROUXEMOS O TAMBOURS DU BRONX, GRUPO PERCUSSIVO QUE CONHECEMOS NA FRANÇA HÁ ALGUNS ANOS E QUE PARTICIPARAM DO NOSSO ÚLTIMO DISCO, KAIROS. FOI UMA MISTURA QUE DEU MUITO CERTO E QUE VAMOS REPETIR NO PRÓXIMO ANO EM ALGUNS FESTIVAIS DA EUROPA.

Recentemente o Lobão disse que os músicos brasileiros são menosprezados nos festivais internacionais de música no Brasil. Qual sua opinião em relação a esse tipo de evento, você concorda com o Lobão?

NÃO DIRIA MENOSPREZADOS MAS O TRATAMENTO É DIFERENTE, PRINCIPALMENTE POR QUE A MAIORIA DOS MÚSICOS E BANDAS DO BRASIL NÃO SÃO CONHECIDOS FORA DAQUI. AS BANDAS DE FORA CONTAM COM EQUIPES MUITO EXPERIENTES QUE FAZEM SHOWS E GRANDES FESTIVAIS PELO MUNDO E TEM UMA MANEIRA DE TRABALHAR QUE DE VEZ EM QUANDO CHOCA COM DIFERENTES CULTURAS EM DIFERENTES PAÍSES. QUEM MANDA NO PALCO É O HEADLINER, OU SEJA, A ATRAÇÃO PRINCIPAL QUE TEM O SEU PALCO MONTADO E A GRANDE MAIORIA ESTA ALI PRA VER A BANDA PRINCIPAL. ALGUNS SÃO MAIS DUROS QUE OS OUTROS E POR ISSO ACONTECEM ESTES EMBATES.

O que você acha das bandas que satirizam o heavy metal?

ACHO NORMAL, O HEAVY METAL É UM DOS ESTILOS MUSICAIS MAIS INFLUENTES DO MUNDO E É NATURAL QUE ACONTEÇA ISSO, ACONTECE COM TODOS OS ESTILOS E O HM NÃO FICA DE FORA.

Se você pudesse participar de algum álbum da história do rock, qual seria? Por quê?

A NIGHT AT THE OPERA DO QUEEN, PRA MIM É A OBRA PRIMA DO ROCK, UMA MESCLA PERFEITA DE ROCK AND ROLL E MUSICA ERUDITA.

Para o Andreas Kisser, a vida é… (?)

O PRESENTE.

Fonte: Sepultura: Blog do Brunocos entrevista Andreas Kisser – Novidades (Notícia) http://whiplash.net/materias/news_844/144305-sepultura.html#ixzz1hDmA81iq




Um comentário:

  1. Uma vez ele disse q bohemian rhapsody é a musica de rock favorita dele.

  2. Gabriel em 23/12/2011 às 19:35

Deixe um comentário: