Johnny Marr (ex-guitarrista do Smiths) sobre Queen: “Não gosto deles”

O ex-guitarrista do Smiths, Johnny Marr, ainda era adolescente quando a banda de Freddie Mercury emplacava hit atrás de hit nas paradas de sucesso com “Bohemian Rhapsody” e “Don’t Stop Me Now” no fim dos anos 70 e começo dos 80. Mas ele, diferente de muita gente, não conseguia se conectar com as músicas.

“O Queen era bem disseminado quando eu estava crescendo, lá pelo fim dos anos 70, e parece que todo mundo os reverencia. Tenho certeza de que eles são bons, mas nunca gostei muito. Talvez por causa do coral e pelo fato de as músicas serem escritas no piano. Não consigo me conectar. Gosto do Brian May, só não gosto do Queen.” – Johnny Marr

Os hits de R&B de hoje em dia, no entanto, fazem menos sucesso ainda: “Não suporto o que se passa como R&B hoje em dia – parece uma completa aspiração ao materialismo e sentimentalismo”.

Marr explica o que gosta em uma banda: músicas curtas e rápidas, com riffs sexy e glamorosos e letras que “se parecem com poesia na velocidade da luz”. “Muitas das bandas que eu vi quando era mais novo me passaram a impressão de que queriam mesmo estar lá no palco, você sente que está tendo uma experiência única com a banda e que eles estão tendo uma experiência única com você”.

Exemplos disso, para Marr, são o Palma Violets e Yeah Yeah Yeahs. “Não precisa, necessariamente, ser uma banda nova – o Wire ainda faz isso. Vi o Television um tempo atrás – eles eram assim. O Yeah Yeah Yeahs me impressionou”.

 

Fonte: http://blog.clubnme.com.br
Dica de: Roberto Mercury

Alexandre Portela

Alexandre Portela

Fã do Queen desde 1991. Amante, fascinado pela banda e seus integrantes. Principalmente Freddie! =)

Outras notícias

There are 2 comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.