“Queen vai ao fundo do poço”, Análise da Folha de SP sobre o álbum Innuendo, em 1991

Análise da Folha de São Paulo sobre o Álbum Innuendo, em 1991

Fonte:  http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=219402&tid=5749115863794190399
Dica de: Roberto Mercury

Alexandre Portela

Alexandre Portela

Fã do Queen desde 1991. Amante, fascinado pela banda e seus integrantes. Principalmente Freddie! =)

Outras notícias

There are 9 comments

  1. Que artigo ridículo!! Foi escrito por mais um daqueles despeitados a pessoa que escreveu não gosta de uma otima musica sai por ai pergunta que e Queen todos vão saber por se uma ótima banda ele nem emtedi de musica o que escreveu o artigo.]
    para sempre Queen

    Responder
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
    Mais 1 fdp q ñ entende porra nenhuma de música. Prisão perpétua, manicômio, cadeira elétrica, empalação p/ ele!

    Responder
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! + 1 fdp q ñ entende porra nenhuma de música! Prisão perpértua, manicômio, cadeira elétrica, empalação p/ ele. Se o INNUENDO, do jeitinho q é, tivese sido 1 álbum dos Beatles ou de 1 bandinha de merda q ele gostasse, ele teria feito matéria de 1 pág inteira e teria qualificado o disco como 1 obra-prima!

    Responder
  4. Que horror!!!! Gostaria tanto de saber quem foi que fez esta critica desastrosa com a sigla (AB), para eu poder deboxar da cara dele!!! Uma pessoa que para comear nao conhece e nem entende nada de Queen, pois para poder falar de um lbum precisa ler e ouvir muito antes de falar qualquer coisa, a começar por ele diz que Brian May tocou guitarra flamenca ao estilo Gipsy KInks!!!kkkkkk, se ele tivesse no mnimo lido o encarte ele veria que que tocou esse trecho foi Steve Howie…..um besta, no mínimo amigo do Zeca Camargo, que era outro troucha que adorava deboxar do Queen em seus comentários rídiculos!!!!!

    Responder
  5. José Raulino Luiz |

    40 anos depois, o Queen continua vivo como nunca. Com dois integrantes inteligentes e cheios de idéias novas [vide o musical de sucesso chamado We Will Rock You, a parceria com o cantor Paul Rodgers que resultou numa turnê mundial e vários Cd e DVD e agora o Queen Extravaganza.] A questão é saber onde está este crítico com as iniciais AB? A resposta nós já sabemos…

    Responder
  6. Eduardo J. Biasetto |

    Como queenmaníaco, também achei um exagero total os comentários do cidadão, mas não nego que, depois de ter me tornado fã dessa banda maravilhosa, conhecendo os álbuns da década de 1970, todos fantásticos, também me decepcionei bastante com o que veio nos anos 80, ainda que se tirem muitas coisas boas dessa época também. "Delilah", de fato foi um exagero, uma extravagância do Freddie, mas ele podia né?

    Responder
  7. Eduardo J. Biasetto |

    Existe uma "má vontade" de uma patota que se diz entendida de música no Brasil, para com o Queen. Há uns dias atrás, vi no Jornal da Globo, o Nelson Mota falando do David Bowie, foi citando várias coisas na carreira dele … e não citou, eu já esperava, a parceria dele com o Queen em Under Pressure.
    O Queen fez álbuns memoráveis, sensacionais – pra mim todos os da década de 1970, incluindo Jazz e, como todas as grandes bandas e grandes nomes da música, também fez uma musiquinhas bem fraquinhas, é verdade! Porém, possui um repertório de umas 30 ou 40 canções, que não se encontra em nenhuma outra banda ou artista. Tente gravar um CD com as 15 melhores, por exemplo – fica-se obrigado escolher, pelo menos 30.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.