Especial RIR: Visual debochado marcou os artistas do festival

Um festival que teve como sua primeira atração o extravagante Ney Matogrosso está destinado a ter a participação de artistas com um visual, digamos, excêntrico. Não que a produção do Rock in Rio pareça se incomodar com esse estigma.

Nem Ney, nem Ozzy, nem Bruce Dickinson (vocalista do Maiden), no entanto, foram páreo para um acessório que não estava nas roupas, mas no rosto: o bigode de Freddie Mercury. O vocalista do Queen entoou grandes sucessos, como “I Want to Break Free”, “Under Pressure” e “We Will Rock You”, mas foi seu adereço peludo que chamou a atenção das mais de 400 mil pessoas que assistiram às duas apresentações da banda no festival. Quase 20 anos após a morte de Freddie, seu bigode sobrevive e até adorna a face de nomes como da baiana Ivete Sangalo, que aderiu à campanha beneficente “Freddie for a Day”.


Para ler a matéria completa Clique Aqui

Fonte: www.diariosp.com.br

Alexandre Portela

Alexandre Portela

Fã do Queen desde 1991. Amante, fascinado pela banda e seus integrantes. Principalmente Freddie! =)

Outras notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.