Cemitérios virtuais criam redes com mortos

Agora já possível fazer uma visita a um falecido, e até mandar flores, pelo mundo virtual. Vários cemitérios pelo mundo oferecem serviços do tipo, como o cemitério Lê Cimetiere, da França, onde pessoas falecidas ganham um perfil, recebem mensagens de saudade e até mesmo flores virtuais gratuitas ou pagas. O portal, uma espécie de Orkut dos mortos, já mantém mais de 10 mil tumbas virtuais.

Na seção Celebridades, há personalidades como os escritores Honoré de Balzac e Simone de Beauvoir, o pintor e cientista Leonardo da Vinci e o cantor Freddie Mercury, além de diversos reis, rainhas e princesas da França e de outros países europeus. Até o piloto brasileiro Ayrton Senna tem um perfil. Adicionar mais de uma imagem no perfil do defunto custa 1,25 euro (R$ 3,15) por foto extra. Para quem não quer gastar nada, no entanto, existem as flores comuns, que podem ser depositadas acompanhadas de uma mensagem ao morto.

Outro endereço é o do site português Campa Virtual é a reprodução de cemitérios de verdade do país, com tumbas numeradas e dispostas até mesmo em uma paisagem de cemitério jardim.

O americano Find a Grave ajuda o internauta a encontrar onde estão enterrados os seus ídolos em cemitérios do mundo todo, e o equatoriano Jardin Celestial (www.jardincelestial.com), permite fazer busca de finados em diversos países das Américas.

Fonte: www.opantaneiro.com.br

Outras notícias

There are 2 comments

  1. Nossa…o mundo virtual realmente está alcançando lugares não imaginados…quem teve essa idéia deve ser um gênio…nunca pensei que poderia mandar flores assim…pena que o Freddie foi cremado e não tem um lugar fixo onde possamos depositar flores…mas já que é tudo meio simbólico não faz mal…

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.