Don’t Stop Me Now é uma das faixas em coletânea da banda McFly

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 17/12/2012 20:42:33
Postado em: QN Tube, Queen Outros

01. Love is Easy
02. Shine a Light
03. Party Girl
04. Falling in Love
05. Do Ya
06. Lies
07. One For The Radio
08. The Heart Never Lies
09. Tansylvania
10. Friday Night
11. Stargirl
12. Don’t Stop Me Now
13. I’ll Be Ok
14. All About You
15. Room On The Third Floor
16. Obviously
17. Fine Colours In Her Hair
18. Do Watcha
19. Cherry Cola
20. That Girl (Original 2003 Demo)
21. Obviously (Original 2003Demo)
22. Memory Lane (Album Version)

Crítica de Inês Oliveira

Os McFly são uma banda de Pop Rock que em 2004 alcançaram a ribalta.

São de Londres e trazem-nos o seu segundo álbum de compilação dos seus melhores temas em Memory Lane: The Best of McFly.

A época natalícia é quase sempre aproveitada estrategicamente para as bandas lançarem uma coletânea com as suas melhores obras. Percebo quem o faz, mas critico. Há álbuns que nada nos trazem de novo e limitam-se a juntar uma dúzia de faixas com um novo título e uma nova imagem feitos apenas para encher os bolsos a editora e artistas.
No entanto, este álbum conta com 5 temas inéditos: a música de abertura do disco, “Love is Easy”; “Do Watcha”; “Cherry Cola”; “That Girl” e “Obviously”.

Apesar do quarteto muito ter crescido desde 2004, mantêm uma música propícia para ser ouvida sobretudo por adolescentes. Muito devido a terem um som dito “comercial” e refrões orelhudos.

A música mais vendida desta banda chama-se “All About You” e como seria de esperar encontra-se neste álbum.
Em “Transylvania” as vozes estão a cargo de Dougie Poynter que consegue superar o desafio com grande facilidade e ter uns minutos de fama.

Uma das música que menos gostei foi um cover dos Queen, “Don’t Stop me Now”. É certo e sabido que a voz de Freddie Mercury é insubstituível e quando se arrisca a fazer um cover de um génio como ele por norma fica-se muito aquém. E esta versão não foi exceção.


Para os fãs da banda existe também uma versão de luxo, onde a os quatro rapazes incluíram demos inéditas, sessões de gravações de álbuns anteriores e ainda outras faixas muito populares.

Considero Memory Lane um álbum simples, contagiante e com muitos refrões que facilmente ficam no ouvido. No entanto não posso considerar um álbum que vá revolucionar ou trazer algo de novo para o mundo do Pop Rock.

 

Fonte: www.imagemdosom.pt
Dica de: Roberto Mercury





Deixe um comentário: