13ª ATRAÇÃO DE CARAS, QUEEN VOLTA E ARRASA

Enviada por: Administrador
Data: 15/12/2008 13:43:37
Postado em: Queen Outros

23 anos após tocar no Brasil, banda inglesa empolga celebridades no Rio e em SP.

Vinte e três anos depois de sua última vinda ao Brasil, quando tocou no Rock in Rio, em 1985, o Queen voltou ao país como a 13a atração das comemorações dos 15 anos de CARAS. Com apresentações no Via Funchal, em São Paulo, e no HSBC Arena, no Rio, a banda inglesa mostrou que continua em forma e atraiu fãs de todas as idades, curiosos para conferir a primeira perfomance do grupo em terras brasileiras sem o vocalista Freddie Mercury (1946-1991), substituído por Paul Rodgers (58), ex-líder do Free e do Bad Company, a convite do guitarrista Brian May (61) e do baterista Roger Taylor (59), integrantes remanescentes da formação original.

Admirador do grupo, Caco Ciocler (36) não perdeu a oportunidade de levar o filho, Bruno (12), e a namorada, a videomaker Marina Previato (24), ao evento. “Eu sou fã da banda e do Freddie, ainda não conheço o Paul, mas estou esperançoso. Trouxe meu filho porque ele adora o Queen e está muito animado”, contou o ator antes do início do show paulista.

Pouco antes de a apresentação começar, os músicos Herbert Vianna (47), acompanhado do filho Luca (15), João Barone (47), ambos do Paralamas do Sucesso, e Dinho Ouro Preto (44), do Capital Inicial, aguardavam ansiosamente pelos integrantes da banda no camarim reservado a visitas. “Sou fã antigo do Queen. Não poderia deixar de vir e de conhecê-los. Ouvi um disco deles pela primeira vez na casa de um amigo, quando tinha apenas 12 anos”, disse Dinho, que não se intimidou e pediu autógrafo aos ingleses, que pouco depois subiram ao palco, para o delírio da platéia carioca.

A tietagem não parou por aí. Vibrando muito com a performance dos músicos em SP, Kiko (29), do KLB, quase não se continha de tanta empolgação. “Foi uma das raras vezes que me senti tão tiete, eu até quis filmar o show! Eles são um dos meus poucos ídolos, me senti em uma posição privilegiada, na frente de um dos melhores guitarristas do mundo”, afirmou.

Embalados pelo pop rock do grupo, os namorados Juliana Silveira (28) e Roger Gobeth (35) revelaram que estão morando juntos há um mês, em uma casa nova, no Rio. “Logo vamos casar mesmo, mas ainda não temos a data. Porém, só vamos pensar em filhos depois”, avisou a atriz da novela Chamas da Vida, da Record. Ao seu lado, a colega Cristiana Oliveira (45) completou: “O Kallel me pede muito para ter filhos, mas vamos ver”, disse ela, referindo-se ao desejo do namorado Kallel Oliveira (35). Além do amado, Cristiana também estava em companhia da filha Rafaela Oliveira (21) e do namorado dela, o ator Luiz Alberto Lima (26).

O clima de cumplicidade se espalhou entre outros casais. No Rio, Renata Dominguez (28) e Edson Spinello (48) aproveitaram a ocasião para ouvir música de qualidade a dois. Já em SP, estavam Mariana Hein (29) e Narbal Raboni (31), a jornalista Rosana Jatobá (37) e Frederico Mesnik (40), Janaina Barbosa (28) e Felipe Faria (25), o ator Julio Rocha (28) e a modelo Josiane Chojnacki (21). “Eu adoro o Queen e sempre gostei do Freddie Mercury, por isso fiquei muito feliz em ser convidada”, comemorou, emocionada, Janaina.

Companheiros de vários shows, Daniella Cicarelli (30) e seu pai, Antônio Lemos (49), também curtiram a atração internacional. “Ele é o maior fã de rock, tudo o que eu sei de música aprendi com ele. Cresci ouvindo Beatles, Stones, etc. Por isso, hoje ele é o meu grande parceiro para eventos como este. Já temos um bom currículo juntos. Já vimos The Police, Rolling Stones e, agora, o Queen”, contou a apresentadora. Sempre bem-humorada, Cicarelli, que se prepara para estrear um novo programa na Band, na primeira semana de janeiro, explicou por que continua solteira: “Não consigo conhecer um homem legal, que valha a pena namorar. O que me deixa tranqüila é que minhas amigas falam a mesma coisa.”

Enquanto Cicarelli justificava sua solteirice, o jogador de vôlei de praia Emanuel Rego (35) comentava como anda sua vida de recémcasado com Leila Barros (37), que também joga na praia. “Parece que ficamos mais unidos. Antes, discutíamos por bobagens que agora deixamos de lado. Isso é muito bom para a gente.”

Um dos momentos mais marcantes tanto do show carioca quanto em SP foi a apresentação da música Love of My Life, inesquecível na voz de Freddie Mercury. “Eu vou cantar agora a música de vocês. Vamos cantar para o Freddie?”, convidou May, sentado apenas com um violão diante do público. A platéia respondeu ao chamado e o guitarrista elogiou: “Vocês são os melhores cantores”.

Também músico, Daniel Del Sarto (34) não escondeu um de seus sonhos. “Queria ser o Paul Rodgers e cantar com o Queen, como substituto de um mito. Cheguei a chorar quando cantaram Love of My Life”, afirmou o ator ao lado da namorada, Maiz de Oliveira (27), no Rio.

A emoção também foi forte para Maurren Maggi (32), medalha de ouro no salto em distância na Olimpíada de Pequim, quando ouviu We Are the Champions, no Via Funchal. “Ouvir essa música me emocionou demais, chorei muito, lembrei dos vídeos que as pessoas fizeram para mim com essa canção. Antes do meu salto nos Jogos Olímpicos, estava ouvindo Crazy Little Thing Called Love, outra música gravada por eles” recordou Maurren. O ex-nadador Fernando Scherer (33), o Xuxa, também se identificou com o clássico. “Sou fã deles desde os anos 1980. Gosto muito de We Are the Champions, que eu escutava sempre quando estava me concentrando antes de nadar em competições”, lembrou ele.

O show da banda, que teve seu auge nas décadas de 1970 e 80, no HSBC Arena , fez muitos convidados relembrarem a adolescência. “Amo todo o repertório deles. Só fiquei com saudades do Freddie Mercury”, disse Claudia Alencar (58), ao lado do filho Yann (20). “É claro que rola uma nostalgia da antiga formação, mas eles são grandes músicos”, acrescentou a atriz Maitê Proença (48). O ator Humberto Martins (47) também viveu momentos saudosos. “Lembro-me quando tinha 16 anos e já curtia rock. Ouvia esses caras no vinil”, afirmou ele, acompanhado da mulher, Ana Lúcia Mansur (43).

Embora seja de outra geração, a atriz Bruna Di Tullio (27) também tem lembranças do Queen. “Era muito criança quando eles vieram para o Rock in Rio, mas já era adolescente quando o Freddie Mercury morreu. Por isso me lembro da banda com ele. Mesmo assim, o show arrebentou, foi maravilhoso”, vibrou a bela.

Veja também:
Famosos prestigiam o show do Queen em SP
http://www.caras.com.br/edicoes/788/textos/9046/




Um comentário:

  1. Eu fui nos dois shows que teve na Via Funchal com meu pai e posso afirmar que foi emocionante, melhor show de rock que eu já vi na minha curta vida, eles sabem como se faz um espetáculo!

  2. Alexandra em 16/12/2008 às 16:43

Deixe um comentário: