Brian May: “Será que somos o Queen?

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 13/12/2011 21:28:20
Postado em: Queen News

Texto como original em português de Portugal

Guitarrista tem dúvidas sobre continuar a usar o nome da banda

Brian May nos MTV Europe Music Awards (foto: Reuters)

Brian May nos MTV Europe Music Awards (foto: Reuters)

Brian May, guitarrista dos Queen, e o baterista Roger Taylor estão a pensar adoptar um novo nome para futuras actuações ao vivo e, assim, poderem tocar música sem estarem demasiado ligados ao nome de Freddie Mercury.

«Será que somos os Queen? De certa forma sim, mas nunca mais voltaremos a ser os mesmos Queen», disse o guitarrista, citado pela «NME».

Brian May acrescentou ainda: «Somos convidados para fazer muitas coisas, o que é óptimo, mas é sempre uma coisa muito específica dos Queen».

O guitarrista em conjunto com o baterista Roger Taylor têm equacionado a hipótese de actuar ao vivo com outro nome e rumores não param no que toca a possíveis vocalistas para os acompanharem.

Depois de Lady Gaga ter sido apontada como candidata a tocar com Brian May e Roger Taylor, agora também Adam Lambert é indicado como o próximo possível frontman dos Queen.

2011 foi um ano em grande para os Queen, que celebraram 40 anos de aniversário e arrecadaram alguns prémios, entre os quais «Lifetime Achievement» e «Global Icons».

Fonte: www.tvi24.iol.pt




6 comentários:

  1. dizer que o sucesso dos Queen se devia exclusivamente á poderosa voz de Freddie mercury é absurdo.Os Queen como grupo era uma das mais completas bandas que já existiram.quando falo completas refiro-me ao talento dos quatro membros desta mítica banda,acrescenta ainda que os quatro eram todos compositores.

  2. Orlando Stock em 23/02/2012 às 9:17
  3. Gaga e Lambert é demais pra minha cabeça.
    Eles vão estar caindo na típica música modinha. Queen é popular, é. Td mundo gosta, sim, mas não é modinha, é clássico. A música-Queen nível de ícone cairia provavelmente. Desse jeito eles demonstram o desespero de entrar na ativa denovo. Atirando pra todos os lados…
    A Gaga até que quebraria o galho, mas o Lambert no comments, ele canta bem, canta. mas que cara enjoativo, meloso!

    Se fizerem uma parceria usando a marca Queen, que façam com o Paul Rogers novamente, até que foi bom (sei pq tb fui ao show em 2008) ou chamem Marc Martel-vai dar mto mais certo.

  4. Adriana Yuri em 14/12/2011 às 23:40
  5. No mínino estão achando que o sucesso do Queen e a notoriedade do Fred Mercury é tanta no momento atual, que tudo que eles lançam usando o nome do Fred ou do Queen é sucesso..
    Então isso desmerece um pouco o trabalho deles, estão querendo um reconhecimento genuíno do trabalho deles, e como se voltasse aquela batalha de Egos que houve em The Works…
    Para mim o Queen sempre foi a união dos 4 integrantes, mas e obvio que Fred rouba a cena, e acima da média..
    Se Brian ou Roger nao tivessem num grupo que tinha Fred, seus talentos seriam mais reconhecidos..

  6. marcelo em 14/12/2011 às 15:59
    • Ou talvez, nem reconhecidos seriam… oO

      Tem muitos gênios em diferentes áreas que são talentosíssimos, mas nunca são reconhecidos.

      É patente que o Queen só fez o sucesso que fez e faz até hj pq tinha Freddie nas rédeas. Não adianta desmentir o óbvio.
      Não adianta falar que não, o coração e cérebro da banda é e sempre será Freddie Mercury. É falar Queen, a primeira pessoa que vem a mente é Freddie.

      Penso que o John se deu conta do óbvio, e não quis forçar algo que não é.

    • Adriana Yuri em 16/12/2011 às 0:56
      • Concordo…
        Vivemos num mundo onde a imagem é importante, o carisma, e no meio de tantos talentos, é isso que chama a atenção, e isso Fred sabia fazer muito bem.. Entreter as platéias, e voz inigualável..
        Mas além disso foi o compositor de BRap, então era um compostitor genial, e os outros integrantes também, temos Another on bites the dust, WWRY, Radio Gaga…

        Ele fez a diferença sim, mas o que me atrae ao Queen é união dos 4.. A guitarra de Brian sempre me chamou a atenção, sou fã incondicional dele… Roger tem uma voz legal, cantando I´m love n my car ao vivo, e Jonh , e so você se prender a linha de baixo na música para ver o talento dele…

        Agora sobre o Jonh não participar do projeto com Paul Rodgers e mais nada, acho que foi uma convenção entre eles..
        Se já falaram, compararam Fred com Paul, críticas, mesmo o mesmo dizendo que não quer pegar o lugar do insubstituivel Fred, imagina se Jonh participasse.
        As críticas iam chover mais ainda, "Estão revivendo o Queen", blasfêmia".. Ia ser um sacrilégio…

      • Marcelo em 16/12/2011 às 8:54
  7. Que questionamento mais estranho por parte do Brian. Se ambos, em seus malabarismos musicais, têm dúvidas se ainda são os Queen, por que concursos, eventos e projetos utililando a marca???? Esse é o tipo de questionamento para boi dormir..
    Sou fã do grupo desde 1980 e até o momento em que eles se juntaram com o Paul Rodgers (inclusive fui no show no Via Funchal em novembro de 2008), ainda acreditava que uma parceria naqueles moldes seria algo sustentável. Mas agora, estou cada vez mais cético sobre o que vem ocorrendo nesses dois últimos anos. Tem algo de errado com os dois. Freddie deve estar tendo "crises" no além…..rsrs

    Wagner

  8. Wagner em 13/12/2011 às 22:24

Deixe um comentário: