3 álbuns do Queen na lista dos 100 álbuns mais gays de todos os tempos

Enviada por: Administrador
Data: 12/09/2008 15:27:28
Postado em: Top Chart

3 álbuns do Queen estão na lista dos 100 álbuns ‘mais gays de todos os tempos.

Os Àlbuns, e suas colocações, são:

16. Queen, “A Night at the Opera” (1975)
20. Queen, “A Day at the Races” (1976)
28. Queen, “The Game” (1980)
————-
Notícia completa
Nada de Village People, Gloria Gaynor ou George Michael. O autor do álbum “mais gay de todos os tempos” é David Bowie e o clássico “The rise and fall of Ziggy Stardust and the spiders from Mars”, de 1972.

A opinião é do júri convidado pela revista americana “Out” – direcionada para o segmento homossexual – formado por mais de 100 especialistas no assunto, entre eles os cantores Boy George, Cyndi Lauper e Rufus Wainwright. A lista é composta por 100 álbuns da música pop e cada um dos jurados levou em conta um critério pessoal para a escolha.

O cantor Boy George, que esta semana se apresentou em São Paulo, foi um dos que elegeu o famoso álbum de Bowie como o “mais gay”. “Num tempo em que tabus sociais e sexuais estavam sendo quebrados, Bowie, como o personagem Ziggy Stardust, criou um mundo onde as possibilidades eram infinitas: você podia ser quem quisesse”, explicou o artista.

Já Perez Hilton, blogueiro que ganhou fama nos Estados Unidos falando com irreverência sobre o mundo das celebridades, votou no disco “The Immaculate Collection”, de Madonna, lançado em 1990. “Esse disco é tão gay quanto a bandeira do arco-íris”, comparou.

As medalhas de prata e de bronze da lista foram respectivamente para os discos “The Smiths” (1984) e “Tracy Chapman” (1988).

Veja o ranking completo:

1. David Bowie, “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars” (1972)
2. The Smiths, “The Smiths” (1984)
3. Tracy Chapman, “Tracy Chapman”, (1988)
4. Indigo Girls, “Indigo Girls” (1989)
5. Judy Garland, “Judy at Carnegie Hall” (1961)
6. The Smiths, “The Queen is Dead” (1986)
7. Elton John, “Goodbye Yellow Brick Road” (1973)
8. Madonna, “The Immaculate Collection” (1990)
9. Cyndi Lauper, “She’s So Unusual” (1983)
10. Antony and the Johnsons, “I Am A Bird Now” (2005)
11.Coletânea “Hedwig and the Angry Inch” (2001)
12. The Velvet Underground & Nico, “The Velvet Underground & Nico” (1967)
13. Ani DiFranco, “Dilate” (1996)
14. Erasure, “The Innocents” (1988) 15. George Michael, “Faith” (1987)
16. Queen, “A Night at the Opera” (1975)
17. Lou Reed, “Transformer” (1972) 18. George Michael, “Listen Without Prejudice, Vol. I” (1990)
19. The B-52s, “The B-52′s” (1979)
20. Queen, “A Day at the Races” (1976)
21. David Bowie, “Hunky Dory” (1971)
22. The Gossip, “Standing in the Way of Control” (2006)
23. Deee-Lite, “World Clique” (1990)
24. Sylvester, “Living Proof” (1979)
25. k.d. lang, “Ingénue” (1992)
26. Scissor Sisters, “Scissor Sisters” (2004)
27. Eurythmics, “Sweet Dreams (Are Made of This)” (1983)
28. Queen, “The Game” (1980)
29. Pet Shop Boys, “Actually” (1987)
30. Diana Ross, “Diana” (1980)
31. Sarah McLachlan, “Fumbling Towards Ecstacy” (1993)
32. The Smiths, “Meat Is Murder” (1985)
33. The Smiths, “Hatful of Hollow” (1984)
34. Donna Summer, “Bad Girls” (1979)
35. Yaz, “Upstairs at Eric’s” (1982)
36. Madonna, “Erotica” (1992)
37. Blondie, “Parallel Lines” (1978)
38. Dusty Springfield, “Dusty in Memphis” (1969)
39. Laura Nyro and Labelle, “Gonna Take A Miracle” (1971)
40. Pet Shop Boys, “Behavior”, (1990)
41. Melissa Etheridge, “Yes I Am” (1993)
42. ABBA, “Gold” (1992)
43. Prince, “Purple Rain” (1984)
44. Pet Shop Boys, “Very” (1993)
45.Bikini Kill, “***** Whipped” (1993)
46. Madonna, “Ray of Light” (1998)
47. The Magnetic Fields, “69 Love Songs” (1999)
48. Cris Williamson, “The Changer and the Changed” (1975)
49. Patti Smith, “Horses” (1975)
50. Rufus Wainwright, “Poses” (2001)
51. Frankie Goes to Hollywood, “Welcome to the Pleasuredome” (1984)
52. Kate Bush, “Hounds of Love” (1985)
53. Culture Club, “Colour by Numbers” (1983)
54. Tori Amos, “Little Earthquakes” (1992)
55. David Bowie, “Diamond Dogs” (1974)
56. Team Dresch, “Personal Best” (1994)
57. Prince, “Dirty Mind” (1980)
58. Liz Phair, “Exile in Guyville” (1993)
59. Bronski Beat, “The Age of Consent” (1984)
60. R.E.M., “Automatic for the People” (1992)
61. Sleater-Kinney, “Dig Me Out”, (1997)
62. Jeff Buckley, “Grace” (1994)
63. Björk, “Debut” (1993)
64. Patti Smith, “Easter” (1978)
65. Le Tigre, “Le Tigre” (1999)
66. Soft Cell, “Non-Stop Erotic Cabaret” (1981)
67. Hüsker Dü, “Candy Apple Grey” (1986)
68. Nirvana, “Nevermind” (1991)
69. Frances Faye, “Caught in the Act” (1959)
70. Coletânea do espetáculo “Rent”, (1996)
71. Elton John, “Captain Fantastic and the Brown Dirt Cowboy” (1975)
72. Donna Summer, “Once Upon a Time” (1977)
73. Coletânea, “Fame soundtrack” (1980)
74. Michael Jackson, “Off the Wall” (1979)
75. Carole King, “Tapestry” (1971)
76. Ani DiFranco, “Imperfectly” (1992)
77. New Order, “Substance” (1987)
78. Coletânea “The Rocky Horror Picture Show” (1975)
79. T. Rex, “Electric Warrior” (1971)
80. Rufus Wainwright, “Want One” (2003)
81. Scissor Sisters, “Ta-Dah” (2006)
82. Cher, “Believe” (1998)
83. Bette Midler, “The Divine Miss M” (1972)
84. Cyndi Lauper, “True Colors” (1986)
85. Nina Simone, “Anthology” (2003)
86. Madonna, “Madonna” (1983)
87. Madonna , “Confessions on a Dance Floor” (2005)
88. Hüsker Dü, “Zen Arcade” (1984)
89. Fifth Column, “To Sir With Hate” (1986)
90. Kate Bush, “The Kick Inside” (1978)
91. Grace Jones, “Nightclubbing” (1981)
92. Morrissey, “Viva Hate” (1988)
93. Sade, “Lovers Rock” (2000)
94. Coletânea do espetáculo “Hair”, (1968)
95. Culture Club, “Kissing to Be Clever” (1982)
96. Nick Drake, “Bryter Layter” (1970)
97. Janis Ian, “Between the Lines” (1975)
98. Ferron, “Testimony” (1980)
99. Joni Mitchell, “For the Roses” (1972)
100. The Beatles, “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” (1967)
Fonte: Globo.com




3 comentários:

  1. Que grande BESTEIRA!!

  2. SALARIO em 15/09/2008 às 13:30
  3. O último lugar é dos Beatles! Há um álbum dos Beatles entre os 100 mais gays! Francamente! Quem será o autor dessa palhaçada toda? Deve ser um gay muito frustrado por não darem a mínima pra ele. Aí inventou isso para tentar aparecer um pouco causando polêmicas. Lamentável.

  4. DWalker em 13/09/2008 às 14:29
  5. Critério estranho esse usado. Não entendi, aliás fiquei pensando o que poderia considerar muitos destes discos aí da lista em albuns gays, o que será que usaram como critério?Bom, não devo entender nada de musica gay, pois eu não acho a maioria dos discos que coneço que estão aí na lista de música gay, se é que tem como rotular isso.Quanto aos albuns do Queen achei puro preconceiro, só falam isso pelo fato do Freddie ser homo ou bissexual.

  6. epollice em 12/09/2008 às 12:33

Deixe um comentário: