Não mexa no meu bigode

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 11/01/2012 23:56:04
Postado em: Queen Outros

Ele é charmoso. É natural. É peludo e sensual. Sim, é ele mesmo: o bigode

Depois de alguns anos de reclusão, o bigode volta a ser motivo de comemoração no rosto de homens e até de mulheres – estas com bigodes postiços, é claro. Tudo começou no início dos anos 2000, com uma barba meio mal feita, daquelas que deixa um bigodinho raso à vista. Algumas pessoas gostaram da ideia e resolveram deixar o bigode, afinal, eles não são permanentes, como tatuagens. Se não gostou, é só tirar.

Então, o bigode cresceu, com a adesão de pessoas no mundo inteiro. E atingiu o ápice com várias celebridades mantendo um bigode por opção. Logo estava consolidado: ter bigode é algo cool.

É difícil precisar o surgimento do bigode, mas o primeiro retrato de um homem com a cara sem barbas, exceto naquela região em cima da boca e abaixo do nariz, data, aproximadamente, de 300 a.C., na região que hoje é o Irã. Nos séculos seguintes, eles entraram e saíram de linha muitas vezes, entretanto, mais uma vez, eles deram a volta por cima.

Essa moda recente dos bigodes não se limita apenas em manter um no próprio rosto. Ela ultrapassa os limites do corpo humano e envolve artigos e acessórios, como bigodes falsos, copos, chaveiros, camisetas e, pasmen, travesseiros em forma de bigode. Uma verdadeira religião do bigode.

Um mês só para eles
Não existe nada mais másculo do que um bigode, existe? Então, nada mais justo que os homens criarem um mês especialmente para a celebração do bigode e, de quebra, cuidar da saúde masculina no mundo moderno. O mês escolhido foi novembro, e foi criada uma fundação internacional, a Movember, para angariar novos membros e organizar atividades envolvendo os bigodeiros no mundo inteiro.

A expressão vem de “mo”, gíria em inglês para mustache, mais november: o Movember. Funciona assim: no primeiro dia de novembro, os homens começam de rosto totalmente lisinho. Ao longo do mês, vão cultivando seus mustaches. Durante esse período do ano, a fundação também estimula a adoção de hábitos saudáveis e encoraja os homens a fazerem exames de rotina, para evitar doenças como o câncer de próstata e testículo. O Brasil ainda não dispõe de uma seção própria no site da fundação, mas é possível conferir ações, eventos e notícias deles no site http://www.movember.com/.

Os bigodudos mais famosos da praça
Francamente, o sucesso de várias personalidades não existiria sem a presença de um bom bigode. Ou você acha mesmo que Albert Einstein teria conseguido desenvolver a complexa teoria da relatividade sem a saudosa companhia dos pelinhos embaixo do nariz? Relembre alguns dos principais bigodudos da história na nossa galeria: Nietzsche, Freddie Mercury, Antônio Fagundes, Brad Pitt, Felipão, Borat, Geraldo Rivera, Tom Selleck, Johnny Depp, Jenson Button, Sebastian Vettel, Marcelo Faria, Ronaldo, Shahid Kahn, Tarcísio Meira, Terrence Howard e até Tiririca e Miley Cyrus.

Cartola – Agência de Conteúdo
Especial para o Terra


Fonte: http://vamosrirmais.terra.com.br
Dica de: Roberto Mercury





Deixe um comentário: