10 bandas que acabaram e voltaram

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 10/05/2012 21:18:18
Postado em: Queen Outros

O Blog Mente Aberta selecionou 10 bandas que encerram as atividades e depois decidiram voltar – e algumas que nunca deveriam ter se reunido.


Los Hermanos

Oficialmente, os barbudos mais queridos do rock brasileiro terminaram faz tempo. Mas de vez em quando juntam os instrumentos e partem para uma turnê pelo Brasil. Agora, estão comemorando 15 anos de existência. Já no site a banda diz que a reunião só vai durar dois meses. Todo esse clima de “agora ou nunca” faz com que os ingressos sejam muito disputados.

Black Sabbath

O Black Sabbath nunca terminou de verdade. Mas a saída de Ozzy Osbourne e sua substituição por Ronnie James Dio (que por sua vez também foi substituído por outros vocalistas) encerrou uma das formações mais sensacionais da história do rock, responsável pela criação do heavy metal. Por isso, quando eles se reuniram em 2006 os fãs foram à loucura. Agora, a história se repete. O baterista Bill Ward acabou ficando de fora por problemas com o contrato, mas os três membros originais remanescentes prometem levar milhares de fãs ao Download Festival e ao Lollapalooza americano, as duas datas confirmadas até agora.

 Queen
Com a morte do vocalista Freddie Mercury, a banda deveria ter acabado de vez. Mas o guitarrista Brian May decidiu se reunir com seus antigos companheiros outras vezes. O problema sempre foi a escolha do substituto de Mercury. Em alguns casos, eles recrutaram vocalistas talentosos como Paul Rodgers (do Free e Bad Company), mas em outros os resultados foram desastrosos, como você confere no vídeo abaixo.

Backstreet Boys

Essa faz parte do grupo de bandas que nunca deveria ter se reunido, para começo de conversa. Eles fizeram sucesso nos anos 1990 junto com uma leva de outras boy bands. Até dava para entender o sucesso quando eles eram adolescentes. Mas voltar depois que os integrantes passaram dos 30 anos, fazendo o mesmo tipo de música? Aí é forçar a barra demais.

Beach Boys

A história de separação dos Beach Boys é triste, mas tem um final feliz. Depois de lançar a obra-prima Pet Sounds, em 1967, Brian Wilson se afundou nas drogas enquanto tentava criar o disco de pop perfeito. Não deu certo. A banda acabou lançando uma série de discos irregulares, alguns muito melhores que outros enquanto Brian Wilson sofria de vários problemas mentais. Agora, anos depois da saída de Wilson do grupo, a banda se reuniu para comemorar 50 anos de existência e vai lançar um disco novo, That’s why god made the radio, e está viajando pelo mundo.

Guns n’Roses

O Guns entra na lista de bandas que não terminaram de verdade. Infelizmente. Sou fã do grupo em sua fase áurea, com a formação original. Mas o grupo que existe hoje não chega nem perto do poder devastador do Guns de 1987, quando lançaram Appetite for destruction, por exemplo. Enquanto Axl continua fazendo turnês com seu bando de músicos sob o nome Guns n’Roses, Slash mantém uma carreira solo de sucesso e prepara o lançamento de um novo disco. Os outros integrantes originais estão envolvidos em projetos de sucesso moderado.

Pink Floyd

As brigas entre os integrantes de uma das maiores bandas de rock progressivo de todos os tempos forma tão sérias que nem anos de separação curaram as feridas. Quando os quatro membros originais se reuniram para participar do Live 8, fizeram uma apresentação burocrática. Depois de 24 anos sem pisar no mesmo palco, eles mal se olhavam. Claro, todos os fãs do Floyd no mundo vibraram com o show (eu estava entre eles). Mas com a morte do tecladista Richard Wright, em 2008, qualquer chance de uma turnê de reunião acabou de vez.

Pixies

Uma das bandas mais influentes dos anos 1990, os Pixies terminaram em 1993, depois que as tensões entre o guitarrista e vocalista Francis Black e a baixista e vocalista Kim Deral ficaram insustentáveis durante a turnê de Doolittle. OS quatro integrantes originais se reuniram para uma turnê de sucesso em 2004, documentada no excelente filme loudQUIETloud, de 2006. Continuam na ativa e há rumores de que eles podem gravar um novo disco.

Faith No More

Depois de lançar uma série de discos incríveis e muito influentes, a banda liderada pelo talentoso vocalista Mike Patton encerrou suas atividades em 1998. Para a alegria dos fãs, eles voltaram em 2009 e desde então se apresentam pelo mundo fazendo um show impressionante atrás do outro. Se apresentaram duas vezes no Brasil nos últimos anos, sendo que a última delas foi no SWU.

Yes

O Yes teve um importante papel na consolidação do rock progressivo na década de 1970. Contou com músicos excepcionais em suas formações, como o tecladista Rick Wakeman, o guitarrista Steve Howe e o baixista Chris Squire, apenas para ficar em alguns exemplos. Mas as mudanças de integrantes e a queda na qualidade das composições fez o grupo acabar duas vezes. A primeira foi entre 1981 e 1983. O segundo rompimento, menos traumático, aconteceu em 2004. Agora, a banda está na ativa, divulgando o novo disco, Fly from here, de 2011.

Concorda com a nossa lista? Lembra de outras bandas que voltaram (ou que não deveriam ter se reunido)?

 

Fonte: colunas.revistaepoca.globo.com/menteaberta
Dica de: Roberto Mercury





Deixe um comentário: