Bohemian Rhapsody | Brian May diz que filme será história de amor entre Freddie Mercury e namorada

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 09/09/2017 07:58:55
Postado em: Queen News

Brian May, lendário guitarrista do Queen, se abriu em entrevista ao Yahoo Movies sobre o filme Bohemian Rhapsody, que retratará a trajetória da banda e de seu vocalista, Freddie Mercury. Como anunciado recentemente, no entanto, o filme se focará em uma parte nada convencional da história.

Trata-se do relacionamento de Freddie Mercury, que mais tarde se assumiria gay, com Mary Austin, com quem o vocalista prosseguiu amizade após desmanchar o namoro. Austin foi a inspiração para a música “Love of My Life”, um dos clássicos do Queen.

“Eles foram amantes por um longo tempo. E mesmo até o fim da vida de Freddie, ela era a pessoa mais próxima dele, mesmo que ele tenha feito essa transição – o que foi muito doloroso, obviamente, para ele e para ela – para um outro mundo. Ela era uma parte enorme da vida de Freddie, e ele sempre buscava a aprovação dela, e queria protegê-la”, conta.

“Isso é algo que sempre esteve em nossas mentes com esse filme. Qual foi a jornada de Freddie? O que ela significou? Por isso demoramos tanto para aprovar um roteiro, porque tinha que contar a história de verdade. E é claro que precisava ser divertido, porque Freddie não ia querer algo entediante por aí, certo? [risos] Tinha que contar a história da forma como aconteceu. Freddie era muito próximo de Mary, e de seus outros amigos, e de nós. Nós fomos a família um do outro, porque o Queen durou mais do que os nossos casamentos”, disse ainda.

 Já sabíamos anteriormente que o filme cobriria o período entre 1970 e 1985, seis anos antes da morte de Mercury – o evento final do roteiro, segundo a EW, é a histórica apresentação do Queen no Live Aid 1985.

Rami Malek (Mr. Robot) vai encarnar Mercury; Ben Hardy (X-Men: Apocalipse) foi escalado para ser o baterista Roger Taylor; Gwilym Lee (The Hollow Crown) encarnará o lendário guitarrista Brian May; e Joe Mazzello (A Rede Social) será John Deacon.

O roteiro é assinado por Anthony McCarten (A Teoria de Tudo), e o filme terá direção de Bryan Singer. A estreia está marcada para dezembro de 2018.

 

Fonte: https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br





Deixe um comentário: