Show com Edinho Santa Cruz e banda pelos 154 anos de Passos (MG), dia 13/05/2012

Enviada por: Bruno Cavalcante de Oliveira
Data: 09/05/2012 03:36:40
Postado em: Eventos Queen, Queen Outros

Um show imperdível marcará o aniversário de 154 anos de Passos. O passense Edinho Santa Cruz e sua Banda se apresentam com a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais (OSPMMG), às 20h do dia 13 de maio, no Parque de Exposições “Adolfo Coelho Lemos”.

Sob a regência do maestro capitão João Bernardino de Araújo Filho, a apresentação abrangerá de Pink Floyd a Puccini. O espetáculo faz parte do projeto “Na Estrada do Rock in Concert”, idealizado por Edinho, em 2007, com a proposta de promover o encontro entre o rock dos anos 60, 70 e 80 com o toque das cordas, madeiras, metais e percussão de orquestra. Edinho pretende levar o concerto às principais cidades do país.

“Na Estrada do Rock in Concert”, em Passos, trará Pink Floyd, Joe Cocker, Paul McCartney, Beatles, Doobie Brothers, Queen, Freddie Mercury, Dire Straits, Deep Purple, Creedence, James Brown, Rolling Stones, Eagles, Van Halen, Steppenwolf, Elvis Presley e Led Zeppelin. E o público poderá ouvir também os clássicos “Concerto para uma voz” de Saint Preux, “How can I go on” de Freddie Mercury e Montserrat Caballé e “Nessun Dorma” de Puccini – uma ária do último ato da ópera “Turandot”.

A banda de Edinho Santa Cruz é formada por ele (guitarra, violão e vocal), Cillinho Siqueira (teclados, piano acústico e vocal), Glenio Salerno (bateria, percussão e vocal) e Sandro de Lunna (baixo, violão e vocal).

A Orquestra

Idealizada pelo Coronel Egídio Benício de Abreu, a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais foi criada no ano de 1948. Iniciou-se com músicos remanescentes das Bandas de Música do Batalhão de Guardas, Quinto e Sexto Batalhões, Academia da Polícia Militar e da Décima Companhia PM de Muzambinho. É a única Orquestra Sinfônica Militar da América Latina.

Hoje, é composta de militares que, além da música, participam de diversos projetos que visam, dentre outros, à educação musical de jovens carentes, objetivando a contenção do avanço da criminalidade. Fazer segurança por meio da música é uma atividade que facilita a aproximação da comunidade com a Polícia Militar, bem como o conhecimento da melhor forma de se aproveitar os serviços que a Polícia oferece.

A orquestra é formada por um grupo de músicos de elevado nível técnico que cultivam grande espírito de amizade e, com sua alegria e virtuosismo, buscam engrandecer o nome da corporação. Seus músicos envergam a mesma farda dos demais policiais militares, não havendo, portanto, diferenciação na identificação entre eles em vias públicas ou em qualquer outro lugar.

Além do seu papel na corporação, os militares músicos têm o dever constitucional de exercer a função policial-militar em qualquer situação, para a promoção da Paz Social. Atualmente, a Polícia Militar conta com uma Orquestra Sinfônica, uma Orquestra Show, e dezenove Bandas de Música atuantes na capital e no interior do Estado de Minas Gerais.

A Banda

Com 50 anos de carreira, aos 10 anos de idade, o passense Edinho já se apresentava profissionalmente, ao lado do irmão Cillinho, com a banda “Edinho e seus Brasinhas”, no interior de Minas e São Paulo. A participação no programa de calouros “Brincando com os Galãs” e, em seguida, no “Clube dos Artistas”, de Airton Rodrigues, de quem recebeu o nome de “Edinho Show”, foi o início de uma carreira bem sucedida.

A grande projeção aconteceu através da primeira apresentação no “Fantástico”, programa da Rede Globo, em uma superprodução dirigida por Roberto Talma. Essa participação deu origem a uma série de convites para outros programas de grande repercussão nacional como Globo de Ouro, Chacrinha, Silvio Santos, Hebe Camargo, Raul Gil, Flávio Cavalcante, Perdidos na Noite, entre outros, e turnês internacionais.

Edinho gravou vários LPs e CDs. Alguns com composições próprias, temas de novelas da Rede Globo, SBT e Rede Record; foi finalista do “Festival dos Festivais” da Rede Globo; participou durante quatro anos do programa ”Domingão do Faustão”, onde permaneceu na direção de sua banda até janeiro de 2005.        Em 2006, fundou a Escola de Música Edinho Santa Cruz (EMESC), em São Paulo.

Atualmente, está em processo de divulgação do seu CD autoral “Por quê?”, gravado com o pseudônimo de “Eddy Benedict”, e com a banda formada pelo irmão Cillinho, Glenio Salerno e Sandro de Lunna está na estrada apresentando “Na Estrada do Rock in Concert”, um concerto de rock sinfônico, que resultou na gravação do CD e DVD, produzidos pela ESC Records e lançados pela gravadora Universal Music.

Além disso, apoia a Escola de Iniciação Musical Edinho Santa Cruz destinada à crianças carentes que estudam em escolas públicas, idealizada pelo Rotary Club  e o 12º Batalhão da Polícia Militar de Passos, com a direção do sargento músico Silas, em Passos.

 

Fonte: www.correiodoslagos.com.br
Dica de: Roberto Mercury





Deixe um comentário: