Guitarrista do Queen lidera protesto em Londres para salvar texugos

Enviada por: Alexandre Portela
Data: 06/06/2013 18:59:10
Postado em: Queen News

Documento proposto por Brian May foi entregue ao governo britânico. País quer sacrificar animais para conter epidemia de tuberculose no gado.

O guitarrista do Queen, Brian May, liderou um protesto contra o sacrifício de texugos, no centro de Londres, no sábado (1º). Ao lado dele, um mascote do animal participou da manifestação (Foto: Dylan Martinez/Reuters)

O guitarrista do Queen, Brian May, liderou um protesto contra o sacrifício de texugos, no centro de Londres, no sábado (1º). Ao lado dele, um mascote do animal participou da manifestação (Foto: Dylan Martinez/Reuters)

Centenas de defensores dos animais, liderados pelo guitarrista do grupo de rock Queen, Brian May, protestaram em Londres, no fim de semana, contra um projeto do governo para sacrificar texugos. O objetivo do país é tentar combater uma epidemia de tuberculose no gado bovino, e os texugos são considerados os grandes vetores da doença.

 “Detenham o massacre!”, gritavam os manifestantes vestidos de branco e preto.

Um documento proposto por May reuniu mais de 235 mil assinaturas e foi entregue na sede do governo britânico para pedir o cancelamento da operação, que será feita em dois condados do sudoeste inglês. Os fazendeiros locais serão autorizados a matar os texugos.

“Se o governo não nos escutar hoje, a pressão vai aumentar”, advertiu o guitarrista.

Segundo o governo britânico, cerca de 35 mil cabeças de gado foram sacrificadas em 2012 por causa da tuberculose.

Fazendeiros de dois condados ingleses serão autorizados pelo governo britânico a matar texugos. Para conter medida, May reuniu mais de 235 mil assinaturas em abaixo-assinado (Foto: Dylan Martinez/Reuters)

Fazendeiros de dois condados ingleses serão autorizados pelo governo britânico a matar texugos. Para conter medida, May reuniu mais de 235 mil assinaturas em abaixo-assinado (Foto: Dylan Martinez/Reuters)

 

Fonte: http://g1.globo.com





Deixe um comentário: