Resenha: God Save The Queen (Via Funchal, São Paulo, 03/02/12)

Enviada por: Bruno Cavalcante de Oliveira
Data: 05/02/2012 00:08:22
Postado em: Queen Outros


Matéria publicada no site: http://whiplash.net escrita por Leandro Anhelli


Perfeccionismo. Esta é a palavra que me veio à mente após assistir à apresentação realizada pela banda tributo GOD SAVE THE QUEEN nesta sexta-feira de muito calor em São Paulo. Já muito conhecido dos brasileiros (a banda tem passado por aqui todo ano, desde 2008), os nossos “hermanos” argentinos Pablo, Francisco, Matias e Ezequiel são fiéis ao grupo que prestam homenagem: o grandioso QUEEN.

O texto representa a opinião do autor e não a opinião do Whiplash! ou de seus editores.

God Save The Queen – Via Funchal, São Paulo – SP

Fotos por Leandro Anhelli (www.anhelli.com.br)

A apresentação não teve pista e a plateia se dividiu nas muitas mesas espalhadas pela Via Funchal lotada. De onde eu estava, ao lado da mesa de som, procurei observar se havia muitos lugares vazios na parte de baixo da casa e percebi que praticamente não tinha espaço algum. Até as mesas mais distantes do palco tinham sido compradas e estavam ocupadas.

Casa cheia e todos prontos para ouvir clássicos de uma das maiores bandas de Rock do mundo, a começar por “One Vision”, que abriu o show, às 22:30hs, inicialmente marcado para 22hs. Devidamente caracterizados como seus ídolos, os músicos foram recebidos com entusiasmo pelo público e emendaram logo no início mais duas grandes músicas: “Under Pressure” e “Radio Ga Ga”.

Imagem

Imagem

O som, já desde o início, estava ótimo e se ouvia com perfeição todos os instrumentos, tocados com igual perfeição pelos músicos. A qualidade de som, aliada às luzes coloridas do palco deixavam claro que seria mais uma grande homenagem ao QUEEN.

Se no palco os músicos faziam muito bem a parte deles, em canções como “Crazy Little Thing Called Love” e “Another One Bites The Dust” os fãs acompanhavam com palmas e engrandeciam ainda mais o espetáculo, obedecendo aos pedidos do vocalista. Pablo tem um timbre de voz bastante parecido com o de Freddie Mercury e o incorpora de forma realmente fiel, tanto nos trajes e trejeitos, quanto ao cantar e tocar piano.

Imagem

Imagem

Nem preciso dizer que grande parte das canções foi cantada pelo público a plenos pulmões, como em “I Want It All”, que foi seguida por um solo de guitarra de Francisco.

Para fechar a primeira parte do show, antes do famoso bis, a banda escolheu o grito de liberdade de “I Want To Break Free”, com Pablo voltando ao palco caracterizado como mulher, e ainda “Bohemian Phapsody”, que fez o público levantar das cadeiras para aplaudir.

As luzes se apagaram à meia-noite e poucos segundos depois se acenderam novamente, para a banda retornar com “The Show Must Go On”, “We Will Rock You”, com Pablo enrolado em uma bandeira do Brasil, e então “We Are The Champions”.

Imagem

Imagem

Embora depois dessa trinca final a casa ainda continuava com as luzes apagadas, tudo indicava que realmente o show havia acabado e muitos dos presentes, inclusive este redator que vos escreve, já se preparavam para se retirar, quando o grupo retornou ao palco novamente para tocar uma canção que não estava inicialmente no set list que o operador da mesa de som utilizava como referência.

Com toda a plateia em pé, o hino do Rock “Tie Your Mother Down” fechou a apresentação do GOD SAVE THE QUEEN, com quase duas horas de duração.

Resumo da noite: uma Via Funchal lotada de fãs para receber de braços abertos os também fãs (e músicos) do GOD SAVE THE QUEEN, todos juntos para prestar uma linda homenagem a esse gigante do Rock, o QUEEN.

Certamente o legado deixado pela formação clássica da banda está em boas mãos com o GOD SAVE THE QUEEN. Voltem sempre a São Paulo e ao Brasil.

Agradecimentos a Miriam Martinez pela atenção e credenciamento.

Banda:

Pablo Padin (vocais/violão/piano)

Francisco Calgaro (guitarra)

Matias Albornoz (bateria)

Ezequiel Tibaldo (baixo)

Set List:

1. One Vision
2. Under Pressure
3. Radio Ga Ga
4. Somebody To Love
5. Play The Game
6. Fat Bottomed Girls
7. In The Lap Of The Gods/Seven Seas Of Rhye
8. Crazy Little Thing Called Love
9. Another One Bites The Dust
10. Kind Of Magic
11. I Want It All
12. Solo Guitarra
13. Now I´m Here
14. Save Me
15. Love Of My Life
16. Killer Queen
17. Keep Yourself Alive
18. Solo Bateria
19. I Want To Break Free
20. Bohemian Rhapsody

Bis

21. The Show Must Go On
22. We Will Rock You
23. We Are The Champions

Bis 2

24. Tie Your Mother Down

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Fonte: http://whiplash.net
Dica de: Roberto Mercury




3 comentários:

  1. "perfeito", pra resumir este show"""" a gt merecia um por mes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. jane carbone trigo em 06/02/2012 às 8:54
  3. Foi o máximo está nesse show saí de Goiania pra curtir esse evento,vlw d+ os esforços feitos pra ta presente,espero q eles voltem esse ano ainda de preferencia na via funchal ja é a cara deles,GOD SAVE THE QUEEN!!

  4. Gabriel em 05/02/2012 às 9:25
  5. O show maravilhoso mesmo, conforme descrito. Destaque (claro!) para Bohemian Rhapsody. Todos ficaram de pé para aplaudir!

  6. cris_queen em 05/02/2012 às 0:36

Deixe um comentário: