Freddie Mercury Edição 6 de Setembro !!!

Enviada por: Rodrigo Luiz Baillo
Data: 02/09/2006 23:11:24
Postado em: Queen News

Autor: EMI – Music Portugal

Se fosse vivo, Freddie Mercury faria 60 anos no próximo dia 05 de Setembro. Para assinalar a data de nascimento de um dos maiores ícones da cena musical internacional. a EMI vai editar dia 04 de Setembro um CD da carreira a solo do artista, e um DVD , que inclui entre outras ,entrevistas com a mãe , a irmã, os produtores que melhor o conheceram, depoimentos de artistas e uma entrevista do próprio, nunca antes editada.
Também para assinalar a data de nascimento deste inesquecivel artista, a RTP- Canal 1 vai colocar no ar no próximo dia 03 às 00h30 um documentário de 30 minutos sobre Freddie Mercury, onde se podem ver depoimentos, de outros artistas, entrevistas com a mãe, um pouco da história de Freddie desde a sua infância e ainda excertos de alguns dos videos mais significativos da sua carreira. Na verdade Freddie continua vivo e na memória de todos como ele sempre quis. "The Great Pretender"

60º ANIVERSÁRIO DIA 05 DE SETEMBRO DE 2006

Ao longo dos tempos existiram pessoas que se tornaram incontornáveis e inesquecíveis, quer pelo carisma ou filosofia de vida. Arrastaram multidões rendidas à sua força, foram verdadeiros ícones. Amados por muitos e odiados por outros, foram e serão sempre grandes fazedores de sonhos.

Neste caso, estamos a falar de Frederick Bulsara, nascido a 05 de Setembro de 1946 na ilha de Zanzibar, e que mais tarde se viria a tornar numa das mais importantes figuras da cena musical. Se em vez de utilizarmos o seu nome de baptismo e passarmos a falar de Freddie Mercury, o incontornável líder dos míticos Queen, tudo começa a fazer sentido.

Se Freddie Mercury fosse vivo, faria 60 anos no próximo dia 05 de Setembro . Um homem exuberante, dado a excessos com uma voz única e inconfundível. Freddie era teimoso nas suas convicções, e ciente do que queria, rapidamente tornou os Queen conhecidos nos quatro cantos do mundo. Em 1975, consegue fazer editar aquele que é um dos mais carismáticos singles da banda “Bohemian Rhapsody”, tema que pela sua diferente estrutura e longa duração já mais estaria destinado a single não fosse a sua teimosia. O certo é que “Bohemian Rhapsody” chegou aos 1ºs lugares dos Tops de Inglaterra e por lá ficou durante 9 semanas. Em 1979, uma canção escrita por ele triunfa em todo o mundo: Inglaterra, Estados Unidos, Japão e Europa, tornando-se num estrondoso êxito. Estamos a falar de “Crazy Little Thing Called Love”.

No palco, Freddie dava tudo de si, e como tal, os espectáculos dos Queen eram sempre um acontecimento. Eles foram conhecidos como os percursores dos concertos de estádio, um desses momentos inesquecíveis foi o concerto que deram em S. Paulo no Brasil, para 231.000 pessoas. Um recorde mundial naquela altura. Foram eles também a chave para a inovação nos vídeos pop com duração de 3 minutos. Os vídeos tornaram-se cada vez mais aventureiros no estilo, tamanho e conteúdos.

O sucesso estrondoso dos Queen continua através dos loucos anos 80 e atinge o auge na inesquecível actuação no Live Aid em 1985. Mas Freddie nunca parava, as ideias fervilhavam na sua mente e por isso e a par dos Queen começa a concentrar-se na sua carreira a solo, é assim que em 1985 edita o álbum Mr Bad Guy.

Fora dos Queen a maior colaboração foi com Dave Clark para o musical Time. Parodiando-se a si próprio Freddie faz uma magistral versão do tema dos Platters, “The Great Pretender”, que assentava que nem uma luva na sua voz. Finalmente, em 1992 torna-se realidade um dos seus maiores sonhos, fazer um dueto com a grande diva Monserrat Caballé, e assim nasce o clássico e inesquecível Barcelona, que viria a ser o tema oficial dos Jogos Olímpicos de 1992.

A 24 de Novembro de 1991, a morte veio buscá-lo, precisamente 24 horas após ter comunicado oficialmente que era seropositivo.

Freddie Mercury, continua vivo na memória de todos, como ele queria ser recordado , O Grande Artista, na verdade “The Great Pretender”.

Para assinalar os 60 anos de um dos maiores ícones de sempre vai ser editado no dia 04 de Setembro o DVD Freddie Mercury – The Untold Story, e o CD The Very Best Of Freddie Mercury Solo.

DVD – FREDDIE MERCURY – THE UNTOLD STORY

É um documentário de 112 mimutos de duração s/ a vida de Freddie Mercury como nunca antes fora contada, bem como todos os vídeos a solo da sua carreira e ainda alguns extras.

VIDEOS

Barcelona (Outubro de 1987)
The Great Pretender (Fevereiro de 1987)
I Was Born To Love You (Abril de 1985)
Time (Maio de 1986)
How Can I Go On (Janeiro de 1989)
Made In Heaven (Julho de 1985)
Living On My Own (Setembro de 1985)
The Golden Boy (Outubro de 1988)
In My Defence (Reedit 2000)

VIDEOS BONUS

Barcelona (Live Version)
The Great Pretender (Extended Version)
Living On My Own (Remix 1993)

A VIEW FOREVER

Um pequeno documentário s/ a estátua de Freddie em Montreaux, o qual inclui 1 entrevista com o escultor

THE THREE PRODUCERS

Entrevistas com os 3 produtores que melhor o conheciam: Dave Richard, Mike Moran e Mack

THE LAST INTERVIEW

A última entrevista filmada e nunca editada.

INTERACTIVE PHOTO GALLERY

CD – THE VERY BEST OF FREDDIE MERCURY SOLO

CD 1

1. In My Defence (2000 Remix)
2. The Great Pretender (Original Version from 1987)
3. Living On My Own (1993 No More Brothers Radio Mix) 4. Made In Heaven (Mr Bad Guy Album Version from 1985)
5. Love Kills (Original Version from 1984)
6. There Must Be More To Life Than This (Mr Bad Guy Album Version from 1985)
7. Guide Me Home (Barcelona Album Version from 1988)
8. How Can I Go On (Barcelona Album Version from 1988)
9. Foolin’ Around (Steve Brown Version)
10. Time (Original Version from 1986)
11. Barcelona (Barcelona Album Version from 1988)
12. Love Me Like There’s No Tomorrow (Mr Bad Guy Album Version from 1985)
13. I Was Born To Love You (Mr Bad Guy Album Version from 1985)
14. The Golden Boy (Barcelona Album Version from 1988)
15. Mr Bad Guy (Mr Bad Guy Album Version from 1985)
16. The Great Pretender (Malouf Mix)
17 .Love Kills (Star Rider Remix)
18. I Can Hear Music (Original Version from 1973)
19. Goin’ Back (Original Version from 1973)
20. Guide Me Home (Thierry Lang)

CD 2:

1. Love Kills (Sunshine People Radio mix)
2. Made In Heaven (Extended Version)
3. Living On My Own (Egg vocal Mix)
4. Love Kills (Rank 1 Remix)
5. Mr Bad Guy (Bad Circulation mix)
6. I Was Born To Love You (George Demure remix)
7. My Love Is Dangerous
8. Love Making Love (Demo)
9. Love Kills (Pixel82 remix)
10. I Was Born To Love You (Extended Version)
11. Foolin’ Around (Early Version)
12. Living On My Own (No More Brothers Extended Mix)
13. Love Kills (Glimmers re-edit)
14. Your Kind Of Lover (V & P version)
15. Let’s Turn It On (Acapella) 

Fonte:http://www.musicatotal.net/noticias/ver.php?id=4988





Deixe um comentário: