Sunday Mail -> citado por Brian em seu Soap Box

Enviada por:
Data: 02/02/2005 01:24:20
Postado em: Queen News

A idéia do Queen sair em turnê sem o seu glamuroso vocalista Freddie Mercury, que morreu em 1991 de AIDS, é inconcebível para alguns fãs. Porém quando foi anunciado que eles saíriam em Turnê em Maio depois de 19 anos, os ingressos se esgotaram em poucas horas.

Quando levaram para o palco o “substituto” de Freddie , Paul Rodgers da banda Bad Company, que se juntará ao guitarrista do Queen Brian May e ao baterista Roger Taylor. Mas John Deacon o baixista ” sem noção” não participará.

O que estará por trás de sua decisão de não participar dessa turnê lucrativa? Por que ele se distanciou dos membros remanescentes da banda e relutou aparecer desde a morte de Freddie em 1991?

Desde a morte de seu companheiro esse homem de fámilia, pai dedicado de 6 filhos com comportamento totalmente fora da imagem de cara mais chato do Rock.

Ele se tornou frequentador de uma casa de Strip em Londres e teve um caso com uma stripper e uma glamurosa modelo de 25 anos. Levando uma imensa vida dupla, ele até chegou a comprar um apartamento e uma mercedes sport para ela.

Talvez essa situação explique porque ele recusa a dar entrevistas e até não aparecer no casamento de Brian May & Anita Dobson em novembro de 2000.

De qualquer forma, Deacon, 53 , sempre posou como o membro menos complicado da banda, parece que foi, de fato, muito mais complexo e intrigante. Por trás de sua timidez, enigmático mora um homem mergulhado em insegurança cercado pela morte de mercury e ressentido pelo sucesso de May e Taylor.

Deacon nasceu em 19 de agosto de 1951, no hospital privado de São Francisco em Leicester, ele era o filho adorado de Lilian e Arthur. Arthur um quebrador de insegurança, levava Deacon para pescar e outras expedições. Ele também o encorajou a tocar guitarra quando tinha apenas 7 anos. Quando seu pai morreu ele tinha 11 anos , Deacon foi atingido. Ele se enfiou em musica e montou sua primeira banda “The Opposition” quando tinha 14 anos.

De acordo com Jenny Fewins que o acompanhou com os ” The opposition” ele era um cara chato. A única memória que tenho dele é quando nós estavamos no camarim todos muito empolgados, e ele nunca disse uma única palavra, ele era irrelevante.

Depois do colégio , Deacon estudou eletrônica na University of London. Onde em 1971 foi apresentado aos membros formadores do Queen, Taylor e May. Eles tinham acabado de recrutar Mercury e estavam procurando por um baixista.

” nos eramos tão acima do topo, apenas pensamos que ele era quieto, ele se encaixaria na banda sem muito esforço”. Lembra-se Taylor, May concorda “ele era muito sólido e sério, ele sempre tinha seu pé no chão”.

Mesmo quando Deacon se sentiu separado de seus colegas ele uma vez declarou “Nós todos temos nossos próprios amigos. Eu nunca pensaria em ficar indo para a casa de Freddie e ele nunca viria à minha. Nós apenas somos parte de todo o senso”.

Aos 20 ele conheceu, Veronica Tetzlaff numa danceteria em Londres, Veronica polonesa criada segundo a tradição católica chocou seus pais quando em 1974 apareceu grávida de Deacon de seu primeiro filho. Deacon e Veronica então se casaram.

Típico , durante o casamento, Mercury roubou a cena. Usando um Boa de plumas e com uma mulher no braço, o cantor entrou na igreja de Carmelite em Kensington.

Por volta de 1982 , Queen já havia lançado seu album de maiores sucessos e se firmaram como a maior banda britânica desde os Beatles. Mais ele odiava a atenção. John foi forçado viver com isso mas ele sofreu danos no casamento e na vida familiar.

Ruth Bullen, mulher do homem de confiança de Deacon fala: “Quando voltava da turnê , ele não conseguia ser um homem comum, como brincar com as crianças e as levá-las no parque.”

Veronica, uma ruiva, foi uma dificil mulher de rock star, Ruth diz ” Ela é normal, quieta e católica devota, ela não era ligada a vida glamurosa, eu a levei há alguns anos a ver que ela poderia fazer o que ela quisesse, isso foi anos até ela arrumar uma babá para cuidar das crianças.”

Quando a banda deu um tempo em 1985 para projetos solos, John que não canta confessou ” Eu me abstraí, porque nós faziamos tão pouco. Eu fiquei realmente entediado e depressivo”. Queen se refez, e voltou aos palcos por mais dois anos dominando as listas de venda.

Em 1989, Mercury diagnosticou que possuía AIDS e em novembro de 1991 ele faleceu, deixando os membros da banda perdidos mais que Deacon.

” a morte de Freddie o fez mal” diz um amigo de faculdade e colaborador musical de Deacon , Robert Ahwai, ” talvez ele pensava que Freddie era a banda , e então qual o problema?”. “John perdeu seu pai quando ele era muito jovem. Ele sofreu com depressão depois que Freddie morreu e eu não tenho certeza se ele chegou a sair dessa.”

Enquanto May e Taylor correram para fazer o Tributo a Freddie , Deacon não aprovou o tipo de abordagem da morte de Freddie, recusando a dar depoimentos em público.

Com Freddie morto, ficou estranho Queen voltar. May e Taylor foram para carreiras solos com algum sucesso mas Deacon e Ahwai sofreram algumas quedas mandando o baixista para uma depressão profunda.

Contudo Deacon conseguiu se estabilizar e se concentrar na mulher , cinco filhos e uma filha, no entando três anos atrás ele começou a passar noites sozinho em um lugar estranho Sophisticats strip club na West End em Londres.

Simon Langer, dono do Sophisticats diz ” Nós abrimos o estabelecimento em Outubro de 2001, e Deacon vem aqui desde essa época, nós sabíamos quem ele era, ele ficaria na suíte VIP bebendo champagne caro, ele é muito quieto e o quanto pude perceber ele não é de falar muito”

“Uma de nossas garotas Olga que é Russa disse que Deacon vinha aqui uns 8 meses antes de eu assumir o lugar, e a perguntava todo dia se não queria sair com ele, mas ela disse que ele era velho demais e que não estava interessada.”

Então, Deacon focou sua atençao à stripper inglesa Emma Shelley, 25, que usava o nome de ‘Pushbar’.

Era uma amizade estranha, uma vez que ele tentasse manter isso escondido de sua mulher 27 anos mais velha que Emma, a levava a restaurantes chiques de Londres como o Nobu.

Mas antes ele foi dando a modelo que é conhecida no canal da Playboy, presentes caros como, uma viagem para Marbella de £10,000, uma mercedes sport de £25,000 e um apartamento de £316,000.

Mas logo seu relacionamento veio à tona John parou de ver Emma e hoje ela insiste que não estão mais juntos.

Falando da casa de sua mãe em Purley, Surrey, com a mercedes parada na frente, Emma disse que sua relação terminou quando ” descobriu que John era um homem de família”. Como sempre John se recusa a falar sobre o assunto.

Hoje, quando o resto do Queen se prepara para entrar em turnê, Deacon vive com sua família em sua casa de quatro quartos com Putney, Londres.

Seu único comentário sobre a volta do Queen foi quando sugeriram que Robbie Willians calçasse os sapatos de Freddie “não quero ser nojento, mas Robbie não é Freddie, Freddie não pode ser substituído e certamente não por ele.”

Talvez ninguém realmente conheça o verdadeiro John Deacon. Uma coisa é certa, como Ruth Bullen diz ” Eu não acho que você possa viver uma vida que ele tem sem pagar um preço”.

Por: Wendy Leigh
and Adam Luck para o jornal Sunday Mail Janeiro 30, 2005

Fonte:

[URL=http://www.queenzone.com]Queenzone[/URL]
Para ver a opinião de Brian sobre o Artigo, visite seu site oficial [URL=www.brianmay.com]Brian May Oficial Web Site[/URL]





Deixe um comentário: